Palmeiras sobe proposta; acordo com Alan Kardec fica próximo

Leia o post original por blogdoboleiro

Alan Kardec pai, 56 anos, foi dormir tranquilo na noite desta quarta-feira, em Barra Mansa (RJ). Ele passou o dia aborrecido com a postura dos dirigentes do Palmeiras, que não cediam na negociação do novo contrato do filho, o atacante Alan Kardec. Mas por volta das 22h00, ele recebeu uma boa notícia: “Parece que o Palmeiras melhorou alguma coisa”, disse ao Blog do Boleiro.

A nova oferta, segundo o pai de Kardec, “aproxima, mas ainda não é o que a gente pediu”. Mesmo assim, o artilheiro palmeirense está disposto a conversar nesta quinta-feira e, possivelmente, diminuir suas pretensões para chegar a um acordo. “Temos boa vontade de fecharmos com o Palmeiras. Meu filho é bem tratado pela torcida, é respeitado e aplaudido. Dá vontade de continuar neste ambiente . Não vai ser 10 ou vinte mil que vão fazer a diferença”, afirmou.

Durante este período, Alan Kardec foi sondado por outro clube de São Paulo, que ofereceu R$ 80 mil a mais do que ele aceitou receber do Palmeiras. O jogador recusou esta proposta.

O contrato acertado é de cinco anos. Exatamente no período em que, segundo Kardec pai, o Kardec filho vai viver os melhores anos da carreira. “Ele tem 25 anos e vai terminar o contrato com 30 anos. É um período em que ele vai progredir, vai dar boa margem de revenda”, previu.

O acordo com o Palmeiras é baseado no teto salarial do clube mais bônus de produtividade. Com vantagens e desvantagens. “Ele vai ganhar menos da metade do que recebem atacantes como o Leandro Damião, Luis Fabiano e Fred. E se não jogar, não recebe”, explicou Kardec pai.

Na tarde desta quarta-feira, as conversas chegaram a um impasse. Mas depois da nova proposta do Palmeiras, o clima da negociação melhorou muito, pelo menos no lado do centroavante. “Ficou tudo tão certo, que é quase impossível dar errado”, falou Alan Kardek pai.

O acordo entre atleta e clube é o que falta para o Palmeiras ir a Portugal e definir a contratação de Alan Kardec. O preço estabelecido pelo Benfica é de €$ 4 milhões.