Gre-Nal no Centenário já era esperado

Leia o post original por Pedro Ernesto

Tem algumas coisas que são difíceis de responder. Começa pelo órgãos de segurança, que liberaram o Beira-Rio para uma festa e um jogo, com 50 mil espectadores cada um. Uma semana depois, com muito mais coisas sendo colocadas nos seus lugares, espaços do entorno com mais asfalto e entulhos retirados, não é permitido jogar o Gre-Nal no estádio.

Claro que é um jogo de competição, com duas torcidas e rivalidade. Mas é difícil de entender nossas autoridades nessa decisão. Difícil entender por que o Inter não teve um empenho maior para fazer o jogo no seu estádio, que estaria repleto de colorados e tendo o fator local somado à grande vantagem conseguida na Arena.

Não dá para entender, também, que o Grêmio preferisse jogar no Beira-Rio, um estádio todo colorado, em detrimento de aproveitar a neutralidade do Estádio Centenário. Isso que perde a decisão por 2 a 1. Fala em nome da logística e do seu jogo de Libertadores na próxima semana, cujo local e data ainda desconhece.

Nacional

O time uruguaio está muito mais preocupado com o seu campeonato nacional. Nem poderia ser diferente, já que está eliminado na Copa Libertadores. Bom para o Grêmio, que terá mais facilidade para construir uma vitória e ratificar uma das melhores campanhas da fase de grupos.

O que ainda não se sabe é quem entra no lugar de Luan. Se quiser preservar o meio-campo, Enderson Moreira deve escalar Alán Ruiz. Mas se sua vontade for repetir mais a característica do titular, a escolha recairá sobre Jean Deretti, que chega mais à frente e tem mais velocidade. Ou pode testar os dois e ver quem mais se adapta a este time numa hora tão importante.

Juan

Segundo André Silva, repórter da Rádio Gaúcha, o veterano zagueiro Juan treinou no time titular de Abel Braga na manhã de ontem. Significa que está recuperado e, como é titular, Ernando deve ceder o lugar. Com isso, o técnico contará com todos os titulares para o clássico de domingo. Alex foi preservado contra o Peñarol para estar bem no clássico. Rafael Moura superou suas dores no joelho direito, aturou no domingo e vai para o Gre-Nal. O Inter só não terá seu estádio na decisão.

Confronto

O centroavante Fred, do Fluminense e da Seleção Brasileira, resolveu enfrentar torcedores marginais que o esperaram depois de treino nas Laranjeiras. Segundo o jogador, eram cerca de 20, faziam ameaças e gritavam palavrões e ofensas. Fred precisou acelerar seu carro e sair. Lançou nota oficial repudiando as atitudes. Insatisfeitos, os marginais prometem arrumar mais problemas para o jogador.

É verdade que Fred está jogando pouco, preocupa seu time e a Seleção Brasileira. Mas não são essas as maneiras para solucionar isso. É o caos do futebol brasileiro, no qual os vagabundos acham que pode resolver tudo na força.