Vamos mostrar que sabemos torcer também pelo basquete palmeirense

Leia o post original por Flavio Canuto

Sei que o espaço aqui é dedicado quase sempre ao futebol, mas como também acompanho time do basquete do Verdão (já entrevistamos alguns atletas aqui no blog), não poderia deixar de citar o que aconteceu no jogo entre São José e Palmeiras, pelo NBB 6, na última quarta-feira.

Foi algo extremamente lamentável para quem gosta do esporte e ama o Palmeiras.

Não podemos generalizar, mas parte da torcida do São José, após ter vencido merecidamente a partida por 80 a 70, xingou muito o argentino Maxi Stanic, um dos destaques do Verdão na temporada. E não ficou só nisso.

Depois de muito xingar, esses torcedores agrediram covardemente o atleta, atirando objetos e cuspindo no jogador.

Se o Palmeiras também já foi punido em ocorrências desse tipo, no NBB e no futebol, cabe também uma punição ao time do São José.

O ginásio da equipe interiorana deveria ser interditado para que os agressores entendam que atitudes como essas só mancham a imagem da sua cidade e do esporte.

As próprias torcidas organizadas de São José e Palmeiras se confraternizaram nos dois jogos disputados nesta semana, como bom exemplo de que cada uma pode e deve torcer muito por sua equipe, e sem violência.

Os jogadores do Palmeiras que foram para a arquibancada, só fizeram isso para defender seu companheiro, não concordando com a atitude dos agressores. As imagens são claras e mostram que outros torcedores também passaram a atirar até cones nesses atletas.

Ou seja, continuaram fazendo o que outros lamentavelmente haviam começado.

Que o jogo deste domingo, o terceiro dos Playoffs entre São José e Palmeiras, seja disputado com o Ginásio Palestra Italia lotado, mas com muito respeito entre as equipes e os torcedores.

Vamos apoiar o Palmeiras do começo ao fim, pressionar o time visitante, mas jamais com violência ou canalhice. Chegou a hora de mostrar a eles que somos de fato a torcida que canta e vibra.

Você também pode me seguir no Twitter ou  Facebook!

Abraço a todos!