Grêmio acerta ao usar os titulares no Brasileirão

Leia o post original por Pedro Ernesto

A direção do Grêmio acerta em chamar os titulares para o primeiro jogo do Brasileirão. Seria uma imprudência não usar os melhores contra o Atlético-PR, mesmo que não se tenha certeza de que com eles obterá a vitória. O Brasileirão é uma competição de 38 decisões. Jogos importantes e os pontos perdidos no início fazem parte da definição do campeonato.

A logística do Grêmio para jogar inteiro conta o San Lorenzo na quarta-feira é tranquila. Os jogadores voltam de ônibus de Florianópolis no domingo. Chegam às 2h de segunda-feira, dormem, se reapresentam ao meio-dia e viajam para Buenos Aires. Desembarcam à tardinha. Tem o final da segunda-feira para repousar outra vez. Não vejo problema de desgaste para encarar os hermanos no Nuevo Gasômetro.

Zé Roberto

Talvez agora a gente veja o valor que tem esse jogador para o Grêmio. Sua ausência determinou alguns percalços, como os dos dois Gre-Nais. Não sei se mudaria o resultado dos jogos. Mas tenho a convicção de que, com ele, o Grêmio poderia enfrentar melhor o Inter.

Um jogador experiente soma muito nessas decisões. Além da técnica refinada que tem e a possibilidade de colocar seus companheiros na cara do gol. Sua volta deve ser muito importante, principalmente, para os jogos da Libertadores.

Beira-Rio

O Inter enfrentará o Vitória-BA dentro do seu remodelado estádio e com toda a sua capacidade liberada pelos órgãos de segurança. Mesmo com o prolongado feriadão, que retirará milhares de pessoas de Porto Alegre, estima-se um público acima de 30 mil pessoas.

Muito mais do que o jogo, no qual o Inter é grande favorito, a grande expectativa é estar no estádio. São dois anos sem o Beira-Rio inteiro. O torcedor sente saudade do seu estádio como se sente de um filho que viaja para longe e fica muito tempo fora de casa.

É demais

Na coluna de ontem, a intensa movimentação do mercado traiu meu informante, o jornalista Cláudio Dienstmann. Alguns jogadores trocaram de clube na janela de inverno da Europa e saíram ontem aqui com o time errado. São eles: os argelinos Bougherra(Lekhwiya-Cat), Medjiani (Valenciennes-Fra) e Boudebouz(Bastia-Fra); os holandeses Heitinga (Fulham) e Mathijsen (Feyenoord) e Affelay (Barcelona); e o sul-coreano Koo Ja-Cheol (Mainz 05).

Obrigado ao leitor Gabriel Minosso de Oliveira pelo alerta.