Calma, gente. Em casa o empate é garantido*

Leia o post original por K.O.N.G

“Blá blá blá, blá blá blá, blá blá blá…”

É, cambada…

Seria cômico se não fosse trágico. A verdade é que Paulo Autuori me transformou num corneteiro chato pacaralho, daqueles que eu sempre critiquei. Nem fazendo força dá pra enxergar algo de bom nesse Galo 2014. A defesa melhorou? Porra nenhuma. Não fosse Victor fazendo meia dúzia de milagres por partida, amargaríamos derrotas ridículas em muitos jogos nesse ano. O jogo contra o Atlético da Colômbia não foi diferente. Não fosse o Santo, estaríamos ferrados… fico aqui pensando: imagina o dia que o nosso camisa 1 não estiver inspirado? Meu Deus.

Autuori, o que você fez com o Galo? Aquele time que ia pra cima do adversário, que não tinha medo de caldeirões hermanos e zagueiros com chuteiras de travas de alumínio? Cadê aquele Galo empolgante, que fazia a torcida ter a certeza da vitória, não importando o campo de jogo? Cadê? Morreu em 2013? Foi pra nunca mais voltar?

As vezes tenho a impressão que nosso técnico monta o time para empatar, torcendo por um gol contra do adversário para sair vitorioso. Ronaldinho marcando na nossa intermediária, Tardelli na defesa marcando lateral… o time todo do meio campo pra trás. Não, não estou falando dos 5 minutos finais com pressão do adversário… isso aconteceu o jogo inteiro. O jogo inteiro! Porra! Devolvam o meu Galo, caramba. Mandem esse projeto de Mun-rá para o raio que o parta e façam o Galo ressurgir das cinzas novamente. Acorda, Kalil!

“Ah, mas Ronaldinho não tá jogando nada, Tardelli tá morto, Fernandinho parece não saber usar as pernas e o cérebro ao mesmo tempo.” Concordo. Só temos que entender que sem treinamento não há time que jogue direito. Fica cada vez mais evidente que o ataque atleticano está mais perdido em campo do que time de pelada de domingo, daqueles que se tira na tampinha e a sorte decide quem vai jogar junto… aí seja o que Deus quiser. Tá desse jeito. Os caras chegam na intermediária adversária e pronto: ninguém sabe o que fazer com a bola. Culpa de quem?

Fosse o Galo de Cuca, aquele time demolidor, eu estaria absolutamente tranquilo para o jogo de volta e comemorando esse 1X0 lá. Mas é o Galo de Autuori… dá pra ter certeza de nada. Quer dizer, é fácil prever mais um empate, mesmo jogando no Horto.

Até quando, hein?

*Leia esse título com o modo de ironia ativado.*

*