OPINIÃO: CRB 2×1 São Paulo

Leia o post original por daniel perrone


Nação do Maior do Mundo;

O São Paulo de Muricy anda se especializando em dar um balde de água fria no seu torcedor. E com uma apresentação pífia (em especial no segundo tempo), o Tricolor volta para a capital paulista com uma derrota na bagagem. OK, Uma vitória simples no em casa manda o time para a próxima fase da competição, mas essa oscilação nos jogos acaba com qualquer previsão otimista.

Muricy poupou apenas Luis Fabiano da peleja alagoana. O time que estava em campo no início do jogo era o mesmo que venceu com propriedade o Botafogo. Apenas Ademílson fazia a função de homem de frente, não tão referência como é o estilo do Fabuloso, mas estava ele lá para marcar um lindo gol de bicicleta, na entrada da grande área, no que foi configurado o melhor momento do Tricolor na partida. Com boa movimentação de Pato e Bosquilia, era de se esperar mais uma boa apresentação do clube. E até mais uma vitória convincente, mesmo com o gol de pênalti do adversário, fruto de mais um vacilo da nossa desprotegida zaga.

Ledo engano. O técnico mexeu mal no intervalo, tirou Boschilia para colocar Pabón no lado direito, provavelmente querendo contar com seus bons chutes e assistências. Não deu certo e a equipe perigosamente foi dando espaço para o adversário até que ocorreu o ‘esperado’: Rodrigo Caio, amarelado aos 3 minutos do primeiro tempo, recebe o derradeiro vermelho e acaba com as possibilidades do Tricolor em campo. Faltou movimentação e dinâmica. Foi a senha para o CRB, animado por jogar em casa diante do melhor clube do Brasil, partir para cima.

O ‘Bayern do Nordeste’ se inflou de vontade e martelou, martelou, martelou até achar o justo gol da vitória. Um prêmio para a animada torcida (apesar de eu não entender uma palavra cantada) e um providencial castigo para uma equipe que não pode pensar em ter atuações tão distintas como essa, comparada com a do domingo passado. Para falar a verdade o torcedor está de saco cheio de ver um jogo bom e um jogo ruim. Boa parte dessa justa impaciência é dos jogadores, que precisam encarar todos os jogos com a mesma seriedade. Outra parte é do nosso técnico, que precisa dar um tempo para a adaptação de Boschilia e ao 4-4-2 implementado com sucesso dias atrás e por fim, uma nova obrigação para a nova diretoria do clube, que precisa ir atrás de mais dois reforços pontuais: Um zagueiro e um volante.

Sim, dá para ser campeão de alguma coisa no ano. Mas faltam ajustes.
E não pode oscilar tanto de um jogo para outro.

Saudações Tricolores!

Nota dos personagens da partida:

Rogério Ceni Fazer o quê, capitão? Nota: 6,5.

Douglas Bem no primeiro tempo. Bem mal no segundo. Nota: 5,0

Rodrigo Caio OK, a segunda falta (que originou o vermelho) não existiu. Mas desde o primeiro cartão no início do jogo dava para perceber, pelo estilo do atleta,  que ele seria expulso e prejudicaria o time. Dito e feito. Nota ZERO.

Antônio Carlos Assim como todo o time, caiu de produção e mostrou que a zaga é um ponto fraco da equipe. Nota: 4,5

Alvaro Pereira Partida tímida. Poderia ter jogado bem mais. Nota: 4,0

Souza Fez o ‘arroz-feijão’ na marcação. Precisa ter alguém marcador e reagido na saída de bola. Nota: 5,5

Maicon Burocrático e pouco marcador. Ponto morto do time. Parece que não sairá da equipe nem com mudança de estatuto. Nota: 3,5

Boschilia Não repetiu a partida de domingo mas poderia ter ficado. É importante para dar moral ao atleta e solidificar a formação. Não foi o que pensou Muricy. Nota: 5,0

PH Ganso Até iniciou bem o jogo, mas depois sumiu junto com seus companheiros, até ser substituído. Nota: 4,0

Pato Início muito bom, com movimentação e iniciativa. Com a expulsão no segundo tempo, ficou no baixo nível junto com toda a equipe… Nota: 5,5

Ademílson Um golaço (e que golaço) e só. DEZ pelo gol, 3,0 pelo resto do repertório.

Pabón Um erro colocá-lo logo no segundo tempo. Errou todo e se omitiu no lado direito do campo. O Tricolor perdeu movimentação. Nota: 4,0

Paulo Miranda Não tem nível para estar no elenco do SPFC. Fraquíssimo. Nota: 4,0

Osvaldo Entrou no desespero. Sem nota.

Muricy Desculpa, patrão, mas você foi disparado o pior em campo hoje. A não ser que Bosquilia tenha pedido para sair ou profanado profundamente o escudo do São Paulo, não era para ele ter saído do jogo, mesmo com atuação regular. O jogo estava controlado (com exceção de Rodrigo Caio, mas não temos peça de reposição na zaga) e perdeu o rumo. Hoje não foi seu dia. Nota: 2,0

PS: Tricolor, se você não compactua com as opiniões emitidas no texto ou com a opinião de outros torcedores seja educado no modo de se expressar. Aqui não é área de criança. Mensagens em desordem com o andamento do blog serão moderadas. abs!

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!