Triste declaração do presidente do São Paulo

Leia o post original por michellegiannella

SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press

SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press

O novo presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, deu uma infeliz declaração essa semana à Rádio Bandeirantes. O mandatário disse que sonha com a volta de Kaká ao Tricolor: “ Gostaria muito de ter Kaká de volta. Tem a cara do São Paulo, alfabetizado, tem todos os dentes na boca, fala bem, joga bem, faz gols, mas não tem como competir com os árabes e os chineses. Se der pra trazer, esse é um jogador que cai feito uma luva no São Paulo”.

Num país como o Brasil, com tantos problemas sociais, com tantas disparidades econômicas, com uma população carente de educação e saneamento básico, onde pessoas morrem porque não possuem leitos nos hospitais, um homem com a posição de Aidar deveria tomar mais cuidado com as palavras.

Talvez ele tenha dito isso em tom de piada, mas mesmo assim, acho tais palavras desnecessárias. Só para se ter uma ideia, segundo dados do IBGE, são quase 15 milhões de brasileiros que não sabem ler e escrever. Além disso, nosso país tem um problema sério com água na torneira e coleta de lixo, coisas tão simples e fundamentais, mas aqui são luxo.

Achei triste a declaração. Triste e infeliz porque só quem não tem os dentes na boca sabe o quanto isso é humilhante, e aqueles que não sabem ler e escrever sabem o quanto a vida se torna mais difícil por isso. Como bem diz meu amigo o jornalista Chico Lang, “bola se joga com os pés”. É isso mesmo, Chicão!

Da próxima vez, meça as palavras, presidente.