Fifa pode ficar com a conta das estruturas temporárias

Leia o post original por Pedro Ernesto

Este não é um assunto definido. Aliás, isto ainda está longe de acontecer. Na Arena Corinthians, André Sanchez não dá o nome de quem vai pagar os R$ 60 milhões necessários. Ele sabe que a obrigação, por contrato, é do seu clube. Mas enrola para ver se a Fifa assume esta conta.

Imagino mais ou menos a mesma coisa aqui no Beira-Rio. Faltando pouco menos de 50 dias para começar o Mundial, o Inter sequer escolheu a empresa responsável pela realização do negócio. Como a montagem das estruturas leva quase esse tempo e ainda não temos a empresa, não temos os clientes, não temos sequer o piso pronto para colocá-las em cima.

Tanto que a Fifa já admite colocar a mão no processo, ou seja, botar o dinheiro relativo às estruturas temporárias. Mesmo que isso esteja no contrato como obrigação dos donos dos estádios, não ficaria mal se a entidade resolvesse meter a mão e pagar esta conta. Afinal, o que se diz é que o lucro da Fifa será milionário com a Copa do Mundo. Sendo assim, pode gastar um pouco.

Ataque

O Grêmio precisa marcar dois gols para continuar vivo na Copa Libertadores da América. Não seria uma tarefa muito complicada, não fosse a quase absoluta ineficiência dos atacantes do Grêmio. Barcos tem uma dificuldade amazônica para marcar gols. Dudu apronta diversas correrias durante o jogo mas, espremendo, nada se tira como resultante.

Luan pode ser a grande diferença na próxima quarta feira. O adversário não está com toda essa bola. E uma lembrança importante: Geromel foi um zagueiro maravilhoso na partida de Buenos Aires. O problema, portanto, está lá na frente. Na efetividade dos atacantes do Grêmio.

Treinador

Paulo Autuori foi demitido do comando técnico do Atlético Mineiro que chega a Porto Alegre no domingo para enfrentar o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro. Ele desmanchou o time do Galo. Aquele bom time que foi montado por Cuca desapareceu. Sua demissão era questão de tempo.

O Galo tem o mesmo problema do Grêmio: precisa fazer dois gols contra o Nacional de Medellín, mas também está jogando pouco. Melhor chance tem o Cruzeiro que pode ganhar por 1 a 0 e classificar ou empatar com gols, mesmo que o jogo seja na casa do adversário.

Favorito

O Inter vai ao Rio de Janeiro como favorito no enfrentamento contra o Botafogo. O time carioca levou 3 a 0 do San Lorenzo e foi eliminado na Libertadores e, na estreia do Campeonato Brasileiro, levou 3 a 0 do São Paulo.

Mancini pede postura dos jogadores. Mas, ainda assim, está faltando qualidade e dinheiro para os jogadores do Fogão. São faltas relevantes. O Inter estreou jogando mais ou menos e precisa mostrar mais futebol no segundo jogo. Abel exige isso dos jogadores.