Mudança bem vindas no Figueirense

Leia o post original por diego simao

A pergunta mais recorrente que escuto e leio é: “o elenco do Figueirense serve para série A”?

Essa é a questão que tem atormentado o torcedor antes mesmo do Brasileiro começar, e após a primeira partida a dúvida aumentou. O comportamento dos atletas no Rio de Janeiro e a derrota avassaladora assustaram.

A necessidade de reforços, que era vista como lugar comum, começou a se concretizar. Everton, Marco Antônio e entre outros chegaram ao clube.

Mesmo assim, paira sobre o time, grande questionamento. Algo que ficou ainda mais forte quando observada as mudanças táticas.

Vinícius muda o time para um 4-4-2, ampliando a presença de meias em detrimento de atacantes. As mudanças promoveram jogadores diferentes para o time titular. Logo após a chegada, Marco Antônio atua como titular e Vitor Júnior trabalhará na frente, como atacante. Mudança significativas no setor de ataque, na defesa, nem tanto.

A esperança é que as modificações melhorem o time, e estou confiante que sim. Faz muito tempo que se fala aqui no blog a necessidade de reforço do meio de campo. Tanto ofensivamente, como defensivamente. E somente o fato de Vinícius mudar diante a derrota anima, é demonstração que é flexível e irá se adaptar diante as demandas da competição.

Toques rápidos

40 reais – Esse é o preço do ingresso lá em Barueri. Aqui em Floripa é 60 reais. Por qual motivo o torcedor alvinegro tem que pagar mais caro aqui em Florianópolis?

13 mil e pouquinho – Esse é o valor que o Atlético-PR pagou ao Figueirense para alugar o Scarpelli, uma mixaria. Se falou em 70 mil na imprensa, mas a fonte ouvida parece ter mentido. Está lá no demonstrativo financeiro do jogo, quer ver? Clique aqui no link.

Voltando pra base – O Figueirense reincorporou alguns atletas que estavam no time titular para base. Denner foi o caso mais emblemático. Jogador que atuou bem, melhor que atletas profissionais e mesmo assim não ficou no grupo. Sinceramente não consegui entender, vai gastar com atletas duvidosos?

Outdoor – Nunca é demais zoar com a cara do torcedor avaiano. A repercussão dele foi a fúria avaiana ao ver assunto tão delicado quanto um campeonato estadual vencido de forma pra lá de questionável.

Ruim – Apesar da festa pelo acesso e por mais um Catarinense, ainda existe muito para melhorar no Figueirense. Mais transparência, abertura e responsabilidade com a imagem do clube é obrigação.

Pior ainda – Para piorar, tem quem acredite que trabalha como Gerente de Caça às Bruxas no Setor do Contra Tudo e Contra Todos. E acredita que o “todos” que inclui até mesmo torcedores. Temeroso esse filme que já é antigo no clube.

Importante

Vale lembrar a todos os torcedores que o prazo para se cadastrar e votar nas eleições de dezembro para o clube encerra dia 6/5. Independente se você apoia ou critica a administração, a participação do maior número de sócios possíveis é saudável para o clube.

Para votar o sócio tem que ser sócio a 8 anos interruptos. A mensalidade não aumenta e o cadastro é diretamente na secretaria do Figueirense. O cadastro dá direito a votar e ser votado nas próximas eleições.

Se você se enquadra, se cadastre. Se você conhece alguém que se enquadra e não cadastrou, avise. E mesmo que você não conheça ninguém nessa situação, passe para frente essa informação, tem sempre alguém que não sabe dessa importante informação.

Abraço do Tainha