Tá complicado

Leia o post original por diego simao

O primeiro jogo em que o Figueirense paga sua perda de mando de campo foi uma vergonha. Mais uma para esse início de Brasileiro desastroso.

Assim como no primeiro jogo, o time parece ter entrado na marcha lenta. Não exatamente sem vontade, pela reação após o primeiro gol do Bahia, o alvinegro demonstrou motivação. Mas somente isso não basta, o Figueirense não mostra futebol.

Apesar de algum momento de lucidez após o primeiro gol, não chegamos na frente de forma ordenada. Tão simples de perceber pelo fato que todas as chances foram com chutes de fora da área.

Meias e atacante não se entendem e pouco produziram. Ok, primeiro jogo com Marco Antônio, primeiro jogo no novo sistema. Apesar destes atenuantes, pouco fez o time de Eutrópio.

Aliás, qual o problema: elenco? Treinador? Ambos?

Pode ser difícil responder com pouco tempo de série A, mas observando o desempenho dentro de campo nos últimos tempo não é difícil ver que o Figueirense está totalmente perdido.

Não sei se esse deve ser o melhor desfecho para história, mas não vejo Eutrópio permanecendo muito tempo. O problema é quem viria. Tudo aponta, diante fontes internas, para Argel, mas convenhamos, é seis por meia dúzia.

Tá complicado.

Abraço do Tainha