Kardec: O ‘coringa’ ofensivo de 2014

Leia o post original por daniel perrone

Nação do Maior do Mundo;

Palmeiras e São Paulo já deram suas explicações recheadas de ‘troca de gentilezas’ no caso Alan Kardec. Para o torcedor do São Paulo tais farpas acrescentam muito pouco no histórico de rivalidade entre os clubes. O que realmente interessa (e passou quase despercebido na coletiva desta terça) é saber como a comissão técnica pretenderá trabalhar o jogador, que vinha atuando como centroavante no ataque alviverde.

Ataíde Gil Guerreiro, vice de futebol Tricolor, procurou sintetizar entre bananas e perguntas, o objetivo do clube após a iminente contratação: “Queremos encontrar um lugar para Kardec na equipe.” – disse ele, apontando dois caminhos: Ou no comando de ataque, no lugar de Luis Fabiano (que poderá algumas vezes ser poupado da maratona de jogos do semestre), ou no meio de campo, ao lado de Ganso ou até mesmo em seu lugar.

Antes da trivial discussão “quem sai, quem fica” é preciso observar dois pontos importantes: O primeiro é a janela de transferências do meio do ano; a mais importante da temporada. Há possibilidade de saída de alguma peça importante do time, mesmo contra a vontade de nossa nova diretoria. O outro ponto é a flexibilidade de Alan Kardec para compor o setor ofensivo da equipe. Muricy, que trabalhou com o jogador como meia no Santos (uma posição parecida com a que atua Diego Souza), pode utilizá-lo no lugar de um dos homens de frente ou como um dos meias de ligação. Num campeonato de regularidade isso vale ouro.

Penso que está mais para a segunda opção: O São Paulo não deverá vender ninguém na janela e Alan Kardec deverá ser a peça que transitará entre o meio e o ataque, como uma espécie de ‘coringa’ tático ofensivo. Contra o Corinthians no segundo semestre, por exemplo: Na ausência confirmada de Pato, Kardec seria o homem ao lado do Fabuloso. O torcedor pode não gostar da ideia mas no futebol atual é preciso ter alguns jogadores que atuem com qualidade em duas ou mais funções.

Portanto, o que eu quero dizer é que mais importante do que a saída de alguém, o que está em pauta é a flexibilidade de opções que Muricy terá para montar uma equipe forte do meio para frente. Fatalmente alguém sairá para a entrada do jogador depois da Copa, ou vários sairão com as programadas lesões e cartões. Se Kardec entrar no lugar de Luis Fabiano, Ganso, Pato ou Bosquília, isso será decisão do nosso técnico, embalado ou forçado pelas circunstâncias e variáveis do torneio.

A questão é confiar na capacidade de Muricy em fazer o time jogar. E isso eu confio. E você?

Saudações Tricolores!

PS: Tricolor, se você não compactua com as opiniões emitidas no texto ou com a opinião de outros torcedores seja educado no modo de se expressar. Aqui não é área de criança. Mensagens em desordem com o andamento do blog serão moderadas. abs!

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!