Passando a régua e seguindo em frente com o (quase) centenário Palmeiras

Leia o post original por Flavio Canuto

Muitos palestrinos estão pedindo para que o blog se pronuncie a respeito da coletiva concedida ontem pelo advogado da CBF que, por acaso, agora também é presidente de um dos nossos rivais.

Ao contrário deste senhor, não sou irresponsável. Não vou botar mais fogo nessa fogueira das vaidades que, acreditem, pode impactar de forma negativa a vida de várias famílias.

Já falamos muito sobre esse imbróglio por aqui. Aliás, muito mais do que deveríamos, pois nenhuma das partes envolvidas merece tamanha consideração, senhores.

********

Conforme prometi na última semana, vou disponibilizar aqui parte da entrevista realizada com o jornalista Mauro Beting, que nos contou sobre os seus projetos envolvendo o Palmeiras que, em agosto, completa 100 anos.

Além do livro “Palmeiras, 100 anos de academia” , o único oficial sobre o centenário palmeirense, a entrevista também aborda o filme “12 de junho de 1993 – O Dia da Paixão Palmeirense” e traz informações sobre o lançamento da película, que deve ser exibida para um grande público, no Allianz Parque.

Para quem viveu os anos 80 e, principalmente, acompanhou aquela final de 93, sabe a importância daquele momento para o Palmeiras e para as nossas vidas.

Outra informação importante que trouxemos nesta entrevista foi sobre o “Palmeiras Experience“. Confira!

Fico na expectativa para que em agosto, além de ver a nossa casa pronta, a gente possa ter também um time competitivo dentro de campo. Aliás, quanto tempo vão demorar para renovar com o Serginho, hein?

********

Update: Uma das perguntas que o presidente Paulo Nobre deve ter mais ouvido nos últimos meses foi sobre a falta de um patrocinador na camisa do Verdão.

Desde a saída da montadora coreana Kia, o Palmeiras não exibe a marca de uma empresa em sua camisa. Isso, além de ser prejudicial para a imagem do clube, nos deixa sem utilizar uma das nossas principais fontes de receita.

Mesmo que a negociação não seja das melhores, o Palmeiras pode faturar mais de um milhão por mês com a ajuda de um parceiro comercial.

A HP, gigante do ramo da informática, é a empresa que está mais próxima de ficar com o patrocínio master e injetar uma boa grana nos vazios cofres palmeirenses.

As negociações estão bastante adiantadas, mas os valores ainda não foram divulgados. Duvido que a diretoria consiga os absurdos 30 milhões de reais que pretendiam.

Se conseguirem vinte e alguma coisa, já podemos comemorar. Todo o mercado está voltado para a Copa do Mundo e acaba sobrando muito pouco para os clubes.Estamos na torcida!

Clique no player abaixo para ouvir:

Você também pode me seguir no Twitter ou  Facebook!

Abraço a todos!