ADIÓS, LIBERTADORES.

Leia o post original por K.O.N.G

É isso, cambada.

Vazamos da Libertadores… paciência. Confesso que não estava preparado para escrever esse post. Não hoje. Assim como a maioria, estava confiante na vitória contra o Nacional da Colômbia, no Horto. Esperava uma grande apresentação do Galo sob o comando de Levir, embalado pela torcida mais fanática do mundo. Não veio nem a vitória, nem a grande apresentação… e fomos eliminados. Ponto final.

É claro que a vontade de sair caçando bruxas nesse momento é gigante. De apontar os culpados, de escancarar as cagadas da diretoria. Todos sabemos que o fracasso de hoje é consequência dos erros que vem acontecendo desde o final do ano passado. Um atrás do outro. Cada um que assuma sua parcela de culpa agora, eu é que não vou ficar aqui pagando de mensageiro do inferno, apontando o dedo na cara de ninguém. Mesmo porque não é segredo as mazelas do Galo 2014, tá aí pra quem quiser ver, em cores e full HD.

A questão é: temos ainda três competições nesse ano. A Recopa Sulamericana, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. É melhor juntar os cacos, levantar a cabeça, sacodir a poeira, corrigir os vacilos e seguir em frente, ou detonar tudo apenas para satisfazer um prazer sádico, mesmo sabendo que isso não resolve porra nenhuma? Na boa, meu velho… prefiro a primeira opção. Amanhã é um novo dia e domingo já tem jogo outra vez. Tamo junto ou não, caramba?

A vida é assim: as vezes não dá nem tempo de ficar puto.

Segue o jogo.