Kardec assina com São Paulo; pai lamenta situação de Kleina

Leia o post original por blogdoboleiro

O atacante Alan Kardec assina nesta segunda-feira o contrato de cinco com o São Paulo. O jogador tem exames de avaliação programados e, se não houver surpresas, já formaliza sua situação com o clube do Morumbi. Os dirigentes tricolores acertaram na última sexta-feira, a compra dos direitos econômicos do jogador junto ao Benfica, de Portugal.

Entre Alan e o São Paulo está tudo certo. O atleta não vem treinando há 15 dias, desde que uma gastrite o tirou do trabalho no Palmeiras. “O problema era nervoso. Ele acordava com dor de cabeça já. Me lembro de uma manhã em que minha mulher me ligou para dizer que ele não estava bem e eu pensei: ‘começou o prejuízo’. Mas ele veio aqui para Barra Mansa (RJ) e saiu do centro do vulcão. Já está bom”, disse Alan Kardec, pai, ao Blog do Boleiro.

Procurador do filho, ele lamentou a pressão que o técnico Gilson Kleina, do Palmeiras, passou a sofrer depois que o presidente Paulo Nobre anunciou a saída de Kardec do Palmeiras e a mudança para o São Paulo. “Estamos chateados. A gente sabe que a cultura do futebol brasileiro é a de sobrar para o técnico. Ele é o elo mais fraco nesta corrente. O Kleina não tem culpa de nada”, afirmou. Quando soube, depois da derrota do Palmeiras para o Fluminense, que Kardec estava acertado com o São Paulo, Kleina previu que ele entraria na alça de mira dos torcedores e corneteiros palestrinos. "Já sabe para quem vai sobrar", disse a amigos.