CBF chama arena de Itaquerão e Corinthians deve protestar

Leia o post original por blogdoboleiro

Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians e representante do clube nas obras da Arena construída em Itaquera (zona leste de São Paulo), está irritado com a CBF e vai pedir ao atual mandatário corintiano, Mário Gobbi, que exija uma retratação. Motivo: há dois dias, o site oficial da Confederação vem chamando o novo estádio de “Itaquerão”, do jeito que Sanchez não quer que a “Arena Corinthians” seja conhecida.

O Itaquerão da CBF está publicado numa chamada na “homepage”  e numa nota sobre o uniforme que a seleção vai vestir na abertura da Copa do Mundo, dia 12 de junho, quando vai enfrentar a Croácia no mais novo estádio da cidade de São Paulo. “Vou telefonar para o Mário Gobbi, para que a CBF conserte. Estamos tentando fazer com que a cultura do ‘naming rights’ pegue aqui no Brasil. Não dá para chamar de Itaquerão, Fielzão, estas coisas”, disse durante um programa na rádio Jovem Pan.

O dirigente, provável candidato a deputado federal pelo PT, é também o homem encarregado de atrair um parceiro que assine o nome na nova Arena. Ele deve viajar na próxima semana para a Europa e mundo árabe, onde vem mantendo conversações com empresas multinacionais que queiram estampar o nome no estádio. “Já enviei cartas aos meios de comunicação pedindo para  que chamem nosso estádio de Arena Corinthians, mas jornalistas continuam fazendo questão de usar o Itaquerão”, afirmou.

No mesmo jornal matutino da JP, Andrés disse que não pretende falar com o próximo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. “Nunca vou procurar este senhor”, falou. Ele também revelou que o gramado do estádio tem tratamento térmico para que a temperatura nunca passe dos 20 graus. “Isso  garante a melhor grama que existe, que é inglesa, e não aguentaria o calor daqui do Brasil”, explicou.