Kia Joorabchian garante que não cuida da carreira de Felipão

Leia o post original por blogdoboleiro

O empresário iraniano Kia Joorabchian e o brasileiro Giuliano Bertolucci enviaram nesta sexta-feira, uma nota à imprensa, garantindo que os dois parceiros não representam os interesses de Luiz Felipe Scolari, técnico da seleção brasileira. A dupla quer assim desmentir informações de que Kia teria o aval para sondar clubes europeus e tentar colocar Felipão de volta ao futebol do Velho Continente.

Os dois cuidam da carreira de oito atletas que fazem parte da lista dos 23 convocados por Felipão para o grupo que vai disputar a Copa do Mundo no Brasil: Júlio César, David Luiz, os volantes Paulinho e Ramires, os meias Willian e Oscar, além dos atacantes Bernard e Jô. Kia e Bertolucci conseguiram levar o goleiro Júlio César para o Toronto FC, do Canadá, por empréstimo, para que o arqueiro titular da seleção pudesse permanecer jogando.

Joorabchian é velho conhecido do futebol brasileiro. Ele foi o presidente do fundo de investimento MSI que formou parceira com o Corinthians em 2005 e 2006. O negócio foi parar na Justiça Brasileira que inocentou Kia e o presidente corintiano da época, Alberto Dualib, de fraude e lavagam de dinheiro.

Leia abaixo a nota enviada aos jornalistas:

 
 

9/05/2014 | 18:03:00

Queremos esclarecer, Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian, nesta nota conjunta, que o treinador da Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari não é e nunca foi representado por nenhum de nós em suas atividades profissionais como técnico de futebol.
 
Pelo respeito e admiração que temos pelo Sr. Luiz Felipe Scolari desejamos sucesso no desempenho de suas atividades.
 
Em relação a todos os jogadores que representamos, da Seleção ou de clubes, estamos muito orgulhosos pelo trabalho e desempenho que eles demonstraram neste último ano.
 
Nós nos dedicamos a oferecer o melhor projeto de carreira a todos os atletas e profissionais que trabalham conosco.
 
Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian