O CLÁSSICO MAIS ESQUISITO DE TODOS

Leia o post original por K.O.N.G

Imagem meramente ilustrativa.

Está para acontecer o clássico mais estranho da história e olha que estamos falando dos times considerados, há bem pouco tempo, os dois melhores do país. Neste domingo Galo e Pirangi entram em campo pelo campeonato brasileiro, mas numa situação nada comum, ao meu ver. Digo isso porque sempre que rolou jogo entre os maiores de Minas, um estava em alta e o outro em baixa… um tinha que se superar, o outro confirmar a boa fase e tal. Muitas vezes quem estava mal vencia a parada e é daí que vem o tal “clássico é clássico e vice-versa”. Só que dessa vez está estranho. Não sei vocês, mas eu vejo os dois times indo de mal a pior. O Galo entra todo desfalcado, cheio de desconfiança e com o psicológico abalado, devido aos últimos resultados. A eliminação na Libertadores ainda pesa nos ombros dos caras, isso é fato. As principais estrelas do time não mostraram futebol nessa temporada e a torcida já perdeu a paciência há muito tempo. Já do lado mais fresco da cidade, a preocupação com a iminente eliminação no torneio continental obriga o atleticano Marcelo Oliveira a escalar um time reserva, poupando os titulares para o adeus no meio da semana. É obvio que a cabeça dos caras está na Libertadores, a nossa também estaria se fosse o contrário. Não tá estranho isso?

Está tão esquisito, mas tão esquisito, que até a arquibancada não será padrão “clássico”. Pra gente que nem eu, que sempre assistiu esse jogo com mais de 50 mil pessoas, ficar sabendo que foram vendidos, até o começo desse sábado, apenas 3 mil ingressos para o jogo é de matar de desgosto. É o fim do futebol como eu conheci e que cada vez mais tenho certeza que morreu, e nem é culpa da torcida… vejo isso mais como um tapa na cara dos defensores do futebol moderno e seus preços abusivos, do que outra coisa. Culpa desse povo que aproveita para arrancar a pele do torcedor quando o time está “na boa” e agora precisa descascar esse abacaxi aí.

A coisa tá tão estranha que não dá para prever nada. Nos resta então recorrer à história para falar desse jogo que sempre teve gosto especial para os dois lados. O Galo tem uma grande vantagem sobre seu rival, conquistada ao longo dos anos. A freguesia é tamanha que ainda vai demorar um tempão para eles chegarem perto, isso se sairmos perdendo todos os jogos daqui pra frente, coisa que a gente sabe que não vai acontecer. Eu vejo alguns boçalóides publicarem por aí coisas tentando amenizar essa diferença, de forma tão convincente que alguns manés caem na conversa. Meninas, meninas… infelizmente não existe a tecla DELETE na história e o que está lá, ficará para sempre. É como o 9×2, o maior estupro já visto nesse confronto. Podem passar mais mil anos e ele estará lá, E-T-E-R-N-O. É o único, não vai ter outro igual… e por mais que vocês tentem esquecer, nós estaremos sempre aqui para lembrar.

E falando em coisa estranha, esse clássico tá tão esquisito que é capaz de rolar outro gol de costas. Ainda bem que esse é do tempo da TV colorida, senão ia ter gente aí falando que não existiu.

Vai vendo.