Inter x Atlético-PR será teste para o “padrão Fifa”

Leia o post original por Pedro Ernesto

O Comitê Organizador Local fará uma prévia do atendimento que terão os torcedores na Copa do Mundo no jogo do Inter deste sábado contra o Atlético-PR. Pelo menos, na parte interna. Mas será um teste importante para que os torcedores tomem consciência de como funciona o tratamento com o público durante os jogos do Mundial. Para se ter uma ideia, só de seguranças serão 460 homens. No total, mais de mil pessoas trabalham num jogo de Copa do Mundo.

Modificação

Entra Rodriguinho e sai Luan, alegadamente porque o segundo ainda tem receio por sua fratura na mão. Acho que teria de ser exatamente o contrário. Tirar do time um jogador que foi apontado como o melhor, me parece um erro grosseiro. Enderson parece ter perdido o bom caminho que trilhava durante a primeira fase da Libertadores.

Entulho

Que cidade complicada essa a nossa. Nada anda com regularidade! A última complicação, depois de tantas, está concentrada no entulho que existe entre o estádio e o novo viaduto. O Inter diz que cabe a Andrade Gutierrez a tarefa de retirá-lo. A empresa diz que o problema é do clube. Neste jogo de empurra, nada acontece e podemos perder 800 vagas de estacionamento, além de mostrarmos um visual terrível. Só em Porto Alegre isso acontece.

É demais

Serão quatro dezenas de profissionais entre jornalistas e técnicos de som que estarão trabalhando pela Rádio Gaúcha na Copa do Mundo. Todas as sedes, todas as seleções, todos os jogos. Tenho a pretensão de afirmar que será a maior cobertura de rádio na história dos Mundiais. O ouvinte da Gaúcha merece.