Presidente da AFA diz que Argentina será finalista da Copa

Leia o post original por blogdoboleiro

Júlio Grondona, presidente da AFA, está otimista quanto ao desempenho da seleção da Argentina na Copa do Mundo no Brasil, que começa no dia 13 de junho. “Podemos chegar tranquilamente na final”, disse o dirigente em entrevista à rádio Rivadavia, de Buenos Aires. Ele ainda cometeu uma inconfidência, revelando os motivos porque Carlitos Tevez ficou fora da lista dos jogadores que vão ao Mundial.

“Sinto pena pela ausência de Tevez porque eu o considero um grande jogar. É uma questão nuito íntima do grupo que está formado”, disse depois do anúncio dos atletas escolhidos pelo técnico Alejandro Sabella. A declaração reforça o rumor de que Tevez era “ruim de vestiário” e teria Messi como desafeto. O jogador da Juventus, da Itália, negou veementemente. “Nunca tivemos problemas”, disse.

Além disso, Grondona afirmou que a questão tática pesou. “Não é bom que se tenha muitos jogadores numa mesma posição, porque depois não se sabe quem joga, aparecem os problemas e as coisas ficam complicadas”, falou. Hoje, Lionel Messi, Higuaín e Kun Agüero atuam na mesma faixa do campo.

Flagrado de olhos fechados durante a cerimônia da apresentação da lista dos jogadores da seleção argentina na Copa do Mundo, o dirigente de 82 anos negou estar dormindo. “Como eu iria dormir? Estava meditando. Às vezes a idade faz com que os olhos se fechem sozinhos”, disse.