GRACIAS, OTAMENDI

Leia o post original por K.O.N.G

Arte fodona do José Augusto e texto do Allan Machado

Monstro, nome dado genericamente a um ser fantástico ou criatura lendária, de aspecto e atos aterrorizantes, extremamente vorazes. Em geral, o monstro freqüenta sempre o lado do mal da história contada pelos avôs, tios ou gravadas em livros históricos. E assim será, pois quando eu tiver meus netos, irei contar a eles sobre um monstro com a camisa do Galo chamado Otamendi. Mas prefiro Otamonstro, aquele que mesmo convocado para uma Copa do Mundo, não tira o pé de dividida, joga sério e enche os olhos do atleticano mais pessimista. A qualidade técnica do monstro alvinegro é inquestionável. Que me desculpem Réver ou Leonardo Silva, não é desmerecer nenhum dos dois, pois também são excelentes jogadores. Mas Otamendi é titular e merece um esforço bruto da diretoria para ficar, mesmo sabendo que é quase impossível isso acontecer.

Só que somos o time do impossível. Quem sabe, depois da Copa, o Valência não deixa o cara aqui até o fim do ano?

E aí, Massa… vamos subir #GraciasOtamendi?