Tá na hora do Jordi

Leia o post original por Bruno Maia

Levando em consideração quase todas as mais recentes mudanças de Adílson no time, acredito que o Vasco está se encaminhando pra achar seu melhor time possível em 2014. Só que nesse contexto, está na hora de colocar o Jordi para jogar.

Venho batendo na tecla do planejamento de time. Contratações, promoções dos juniores, revezamentos nas escalações… Tudo isso deve responder a um planejamento de longo prazo. O fato de estarmos na série B nos permite (e obriga!) a isso. A subida dos jovens valores da base nos dão uma esperança maior do que jogadores de empresários que, na falta de alguém pra investir momentaneamente, os alocam no Vasco para conseguir vitrines e tirá-los no fim do ano. Quero saber quem fica. É um absurdo que depois da temporada passada, o goleiro Diogo Silva ainda tenha algum crédito dos profissionais do clube. Ok, vá lá, se entendem que ele é um bom reserva. Um time grande tem que pensar em ter no elenco quem possa ser titular. O perigo do jogador ruim no elenco é que uma hora ele é escalado. Não dá pra se pautar por isso.

Adílson tem conseguido organizar o time para que os jovens da base sejam promovidos e entrem no time fazendo funções que os permitam desempenhar bom papel e se firmar. Jordi já está merecendo uma oportunidade desde o ano passado. Ele, sim, pode ter um futuro no clube. Diogo Silva, todos sabemos, não tem. Jordi precisa ser preparado e para isso tem que jogar. Boa parte de seus companheiros de geração já estão no time, o que justifica ainda mais essa aposta.

A declaração de Adílson Batista de que o Jordi terá sua chance no momento certo ficou velha. O momento certo é agora. Não concordo, mas posso até entender não tê-lo lançado ano passado para não queimá-lo em meio a um time em frangalhos e a uma maldição que vinha desde a saída de Fernando Prass. Ok, poupou-se o menino. Mas agora é diferente. Todos sabem que Martín Silva é titular. O único representante vascaíno na Copa do Mundo é unanimidade com a torcida. Ocupar seu espaço por alguns jogos é a medida exata do que Jordi precisa. E fora que esta é a decisão mais acertada quando se pensa a longo prazo.