Itaquerão tem 55 cadeiras quebradas em setor de torcidas organizadas

Leia o post original por Perrone

A primeira partida oficial no estádio de Itaquera, entre Corinthians e Figueirense, terminou com 74 cadeiras quebradas na arena. Dos assentos danificados, 55 estavam na área em que ficam as torcidas organizadas do alvinegro. Os outros 19 ficavam em diferentes setores, mas nenhum na área vip ou no local destinado aos visitantes.

Os dados estão em relatório preparado pelo estafe que cuida do estádio corintiano e que está preocupado com as quebras. No evento com ex-jogadores para testar a arena, alguns assentos já tinham sido quebrados no local em que as uniformizadas ficaram. Por isso, no último domingo, o clube pediu para que o torcedor preserve o estádio. A campanha agora vai aumentar porque o número registrado no jogo com o Figueira foi considerado alto.

No Parque São Jorge não se sabe se a maioria dos assentos quebrou porque torcedores assistiram à partida pulando neles ou foram destruídos por membros de organizadas que protestam contra o preço dos ingressos. Durante o jogo eles gritaram palavras de ordem contra o presidente corintiano, Mário Gobbi, e o diretor da arena, Andrés Sanchez.

A reposição das cadeiras não chega a ser problema porque o clube comprou 5% a mais do que precisava justamente para usar em casos de quebra. A instalação é rápida. Mesmo assim, já existe no clube quem defenda um aumento nos ingressos nos setores mais danificados para cobrir os prejuízos, caso o problema persista.

De acordo com o relatório financeiro da partida, foram vendidos 7.275 ingressos para as organizadas. Uma a cada 132,2 cadeiras ocupadas ficaram estragadas. Os torcedores corintianos que não são ligados às uniformizadas ocuparam 28.377 lugares, com uma quebra a cada 1.493,5 cadeiras.

Colocando na conta as 74 cadeiras danificadas e os 36.123 ingressos vendidos, temos um a cada 488 assentos ocupados quebrados.

Em termos comparativos, numa tarde de fúria em setembro de 2012 após uma derrota para o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, a torcida do Palmeiras quebrou 197 assentos do Pacaembu. Na ocasião, 24.192 ingressos foram vendidos, mas nem todos os lugares tinham cadeiras.