OPINIÃO: São Paulo 2×1 Atlético MG

Leia o post original por daniel perrone


Nação do Maior do Mundo;

Não deveria, mas o resultado caiu do céu. Com mais uma atuação irregular, o Tricolor vence o Atlético MG no Morumbi e fecha os nove primeiros jogos com uma boa colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. O destaque foi o gol de Pabón, amplificado pelo frangaço mode on do goleiro adversário.

Com quase 30 mil torcedores e uma tarde agradável, era para se esperar um jogo mais legal do que realmente foi. O Tricolor só jogou os primeiros vinte minutos, quando cercou o rival mineiro com competência e precisão. O resultado dessa boa blitz foi um gol que incendiou a torcida e mostrou um São Paulo afim de jogo diante de um Galo acuado e errando muitos passes.

Mas aos poucos a eficiência de marcação afrouxou e o ímpeto foi sumindo a cada investida dos mineiros. Com Pato em tarde de toupeira e o time vivendo apenas de jogadas do lado esquerdo, o Tricolor aos poucos foi cedendo espaço e vivendo de raros contra-ataques, desperdiçados em sua maioria pelos homens de frente. O segundo tempo foi o retrato de muitos deste início de campeonato: molenga. Muricy ainda teve que trocar Maicon, contundido, arriscando mais o resultado com a presença de Denílson. Alheio a letargia Tricolor, o Atlético foi pedindo licença para entrar na área. Nem foi preciso pedir muitas vezes e se transformou em gol com sádicos traços saudosistas: Josué. Logo ele…

O empate parecia ser o líquido e certo até o surgimento de uma falta boba na intermediária mineira. Pabón pegou a bola e fez o torcedor reviver os velhos tempos de Fabão no Morumbi. Tirando um pênalti, o gringo acertou o seu primeiro chutão no gol adversário desde que foi contratado. E não é que a bola entrou? Frangaço sobrenatural, daqueles que faz a gente querer ler o Twitter do presidente atleticano só de sacanagem.

Dois a um foi ‘goleada extrema’, mas a brincadeira acabou por aí. O time precisa ser consistente se quiser algo a mais nesse Brasileirão. Falta acertar do meio para trás que do meio prá frente dá-se um jeito. A diretoria sabe a lição de casa que deverá fazer nesta pausa. Tem que fazer, já que anda falando para todos que quer o título.

Vamos para a Flórida, mas nada de sol e Mickey. É hora de trabalhar.

Saudações Tricolores!

Nota dos personagens da partida:

Rogério Ceni Seguro, salvou um gol certo no primeiro tempo. Nota: 7,5

Douglas Atuou mais defensivamente. Pouco apareceu na linha de frente. Nota: 6,0

Lucão Discreto, mas dois lances assustaram: Uma corrida perdida e uma falta na linha da grande área, que Tardelli carimbou a trave. Ainda está verde. Nota: 5,0

Antônio Carlos Como não teve presença no ataque, atuou discretamente na defesa. Nota: 5,5

Reinaldo Esforçado, mas limitadíssimo. O primeiro tempo foi bom. Nota: 5,5

Souza Boa atuação na marcação. Saiu pouco ao ataque e foi sobrecarregado no segundo tempo. Nota: 6,5

Maicon Belíssima assistência para o primeiro gol. Atuação regular dentro do que é lhe pedido. Saiu contundido. Nota: 6,5

PH Ganso Não foi mal, mas também não teve uma atuação de destaque. Nota: 6,0

Pato Mais uma atuação apagada. Como diria Ataíde Gil Guerreiro: “Não agregou”. Nota: 4,0

Osvaldo Bom primeiro tempo e belo cruzamento para o gol. No segundo caiu como todo o time, mas ainda tentou boas jogadas. Nota: 8,0

Luis Fabiano Bom primeiro tempo, e gol importante. Segundo tempo ficou abaixo do que rende. Nota: 8,0

Denílson Não era o nome para entrar no lugar do Maicon. Um amarelo e uma falha fatal. Nota: 4,0

Pabón Talvez o último jogo do colombiano no clube. Vou dar um DEZ pelo gol!

Muricy A instabilidade coletiva atual do time ao meu ver tem muito do seu dedo. O técnico é multi-conhecido por formar bons sistemas defensivos e vive uma fase ruim neste quesito. O time anda oscilando demais e isso é característica de equipes que não ganham campeonatos de regularidade. Por outro lado, o técnico é famoso por acertar times no segundo semestre. Apesar da crítica, a tabela nos dá tranquilidade para melhorar o desempenho. Mas é preciso um esforço da diretoria para achar um ou dois jogadores para reforçar o sistema defensivo do elenco. Um zagueiro é prioridade. Um primeiro volante é necessidade. Mãos a obra. Nota: 5,5

PS: Tricolor, se você não sabe escrever ou quer ofender a instituição ou o
blogueiro, não perca o seu tempo. Só leia o blog que você já está participando bem. 

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!