QUEM INDICA?

Leia o post original por K.O.N.G

Allan Machado é jornalista e pós-graduado em Comunicação Empresarial. Aqui no Terreirão, manda a letra sem dó nem piedade. Siga no twitter: @allanmachado13

***

Quando somos indicados para um emprego ou oportunidade de trabalho, um dos critérios de avaliação do recrutador são as experiências positivas anteriores ou a formação acadêmica em currículo. Em um clube de futebol, acredito que seja a mesma coisa. Jogador deve vir por alguma qualidade destacada. Ou, se muito novo, uma aposta. Diante disso, faço a seguinte pergunta: qual foi o critério ou referência técnica que o Eduardo Maluf teve ao contratar nosso atual lateral esquerdo? A improdutividade de Emerson da Conceição me assusta. Sério, de verdade. Ativa a minha memória com nomes terríveis do passado como Ronildo, Tiago Feltri, Rubens Cardoso, entre outros. Chego a ter náuseas ao relembrar a época onde, por amor ao Galo, eu gritava com o pulmão cheio o nome desses jogadores no bom e velho Mineirão. Assistindo o empate feio contra o Criciúma, pensei em uma pergunta na mesa do boteco em que eu estava: quem acredita que ele ainda vá evoluir, levanta a mão? Certeza que ouviria grilos e ventos uivantes se a pergunta fosse, de fato feita. Não tive coragem. Porra, já são seis jogos e não consigo ver evolução no cara. Júnior César deve rir litros frente à situação. E a verdade que nunca foi divulgada: quem dispensou Júnior César? Cuca? Paulo Autuori? Kalil? E Maluf, pague o que deve ao Atlético os salários do Marquinhos Cambalhota. Não esqueci, nunca esquecerei. E vá trabalhar, pois NÃO TEMOS LATERAL ESQUERDO e ponto final.

Hoje eu fui.

Volto depois.