Del Nero não explica jogo no Morumbi contra vontade de Felipão

Leia o post original por Perrone

Leia abaixo diálogo deste blogueiro com Marco Polo Del Nero, presidente-eleito da CBF e membro do comitê executivo da Fifa, no hotel em que dirigentes da entidade internacional estão hospedado em São Paulo.

Blog do Perrone – Presidente, por que a CBF marcou o amistoso da seleção com a Sérvia para o Morumbi, se Felipão queria jogar em outro Estado (com torcida menos indócil do que a paulista)?

Marco Polo Del Nero – Não  foi bom o amistoso?

Blog – Foi.

Del Nero – Teve problema?

Blog – Teve.

Del Nero – Qual problema?

Blog – Faltou energia [na sala improvisada para jornalistas], teve jogador reclamando do gramado, catraca que não funcionou…

Del Nero –Você está falando do micro. Eu estou falando do macro. No macro foi bom.

Blog – Mas eu só quero saber por qual motivo a CBF fez o jogo em São Paulo, se o Felipão queria em outro lugar.

Del Nero – Ele falou isso?

Blog – Falou. Na entrevista coletiva [na véspera do jogo].

Del Nero – Não sei disso.

Blog – Falou que preferia jogar em outro lugar, mas que obedeceu ao presidente da CBF [José Maria Marin].

Del Nero – Não sei disso.

 Blog – Mas por qual motivo o jogo foi em São Paulo?

Del Nero – Depois eu explico.

Após a última resposta, Del Nero virou as costas e saiu. Assim, até agora, só temos a explicação de Juvenal Juvêncio, na ocasião presidente do São Paulo, de que o jogo foi no Morumbi porque Marin e Del Nero quiseram fazer uma homenagem a ele. Isso durante a campanha de Del Nero para a presidência da CBF. Por essa versão, a política prevaleceu sobre a vontade do técnico da seleção brasileira. Mau sinal para quem vai disputar uma Copa do Mundo em casa, em ano de eleição no país, com muita coisa em jogo.