Poderio financeiro pesa para oposição corintiana definir candidato

Leia o post original por Perrone

O Corinthians já vive um quente período pré-eleitoral, apesar de a escolha do próximo presidente do clube acontecer apenas entre dezembro deste ano e o início de 201. Em meio às especulações no Parque São Jorge sobre possíveis candidatos, o blog entrevistou por e-mail Fran Papaiordanou, um dos líderes da oposição. Confira abaixo.

Quem o seu grupo apoiará na próxima eleição no Corinthians?

 Nosso grupo terá um candidato, a gente vem trabalhando para escolher o melhor, não quanto à capacidade e condições de administrar, pois estas condições nossos candidatos têm, mas também às condições financeiras, familiares e de credibilidade dentro e fora do clube, porque a próxima gestão terá  um passivo que o clube nunca viu  e demandará uma dedicação, trabalho muito maior do que as anteriores. Quanto aos nossos candidatos, temos três, por ordem alfabética, Antonio Roque Citadini , Osmar Stabile e Paulo Garcia.

 Andrés Sanchez procurou você para costurar um acordo político? Vocês podem apoiar o mesmo candidato que Andrés?

 Não, faz tempo que não falo com Andrés, porém ele tem falado com o Paulo Garcia, com o Antonio Roque Citadini, mas nada sobre eleições. Conversam porque são amigos.

Sobre a apoiar um mesmo candidato, acho difícil, porém nada é impossível. Da nossa parte, todo apoio de qualidade é bem recebido, até porque os grupos no Corinthians estão muito fragmentados. Seria bom se tivéssemos um candidato que fosse do agrado da grande maioria, isso seria muito bom para o Corinthians. Hoje para o bem do clube, os grandes corintianos deveriam deixar algumas rusgas políticas de lado e viabilizar um candidato que realmente viesse a representar o Corinthians como ele merece, com firmeza, respeito e muita personalidade, tenho certeza que a nação corintiana agradeceria.

 Quais as principais propostas de seu grupo?

 Estamos trabalhando e montando um plano de governo ajustado para a realidade do clube e bem moderno, logo que possível será apresentado pelo nosso candidato.

Quais os principais problemas do clube na sua opinião?

A gestão do futebol e o desperdício de dinheiro com maus negócios.

Qual o quadro político do Corinthians hoje na sua opinião. São muitas as divisões? Acredita em divisão entre Mário Gobbi e Andrés Sanchez?

Nós vemos claramente uma divisão na situação, os motivos reais só eles podem dizer, contudo acho que irão lançar um candidato único para dar continuidade a atual administração.