Jogadores da seleção pedem “abraçaço patriótico” no Castelão

Leia o post original por blogdoboleiro

Não basta cantar o hino, tem que abraçar. A secretaria da Copa do Mundo do governo do Ceará está fazendo campanha via internet para que os torcedores que forem à Arena Castelão, nesta terça-feira, cantem o Hino Nacional “à capella”, com todo mundo abraçado. Nesta segunda-feira, começou a circular um vídeo de apenas nove segundos com os zagueiros Thiago Silva e David Luiz pedindo para que os torcedores “façam história” novamente.

A ideia dos organizadores do movimento é fazer as arquibancadas repetirem o gesto dos jogadores do Brasil que, na estreia diante da Croácia, cantaram o hino abraçados. Foi em Fortaleza, no ano passado, que a torcida no Castelão surpreendeu até os atletas ao continuar cantando o hino nacional depois que a música do cerimonial da Fifa acabou. Esta ação motivou os jogadores da seleção até a conquista do título da Copa das Confederações.

Virou moda. Nesta Copa do Mundo, a torcida do Chile repetiu o canto de vozes entoando o hino até o final. Os colombianos também acompanharam esta quebra de protocolo que já foi elogiada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Agora, os cearenses podem inovar com um “abraçaço patriótico” antes do jogo entre Brasiol e México, nesta terça-feira, na segunda rodada do Grupo A.