Nove jogadores deixam a Lusa e atletas voltam ao trabalho

Leia o post original por Luiz Nascimento

O elenco lusitano se reapresentou na última segunda-feira (16) após ganhar 13 dias de folga. Os jogadores passaram por uma bateria de avaliações físicas nos dois primeiros dias para depois darem início aos treinamentos com bola. Nove atletas, porém, sequer deram as caras pelos lados do Canindé. A diretoria da Portuguesa elaborou uma lista de dispensas e desligamentos para este período de Copa do Mundo. E muitos dos nomes tinham presença constante nas escalações das primeiras rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os atacantes Caion, Romão e Laércio não fazem mais parte do elenco luso. Vale ressaltar que Caio Mancha, Serginho e Marcelino permanecem como opção para o setor. Os defensores Wágner e Eduardo, além do volante Coutinho, também deram adeus à Lusa. No meio-campo, uma das posições carentes de reforços, Felipe Nunes e Rondinelli foram desligados do clube. Além deles, o jovem goleiro Michel também deixou o plantel. A surpresa, porém, fica por conta do contestado Glédson, que foi reintegrado pelo técnico Marcelo Veiga.

Os jogadores realizam uma intertemporada no próprio Centro de Treinamentos do Parque Ecológico. O período de treinamentos e preparação se encerra no dia 15 de julho, quando o clube volta a campo para enfrentar a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli.