Precisamos ver nosso time jogar mais futebol

Leia o post original por Pedro Ernesto

O retrospecto do Brasil, para quem quer ser campeão do mundo, não recomenda. Tem uma vitória sobre a Croácia (com uma bela ajuda da arbitragem) e um empate contra o México. Não encantou em suas duas primeiras apresentações.

O próprio treinador admite mudanças. Pode ser a saída de Daniel Alves, que não consegue marcar. Pode ser Paulinho, que está jogando nada. Fred não é a possibilidade. É uma certeza. Parece um ex-atleta e não dá contribuição. Luiz Felipe pode começar por aí.

Postura
Foi só acontecer um empate para aparecer o velho Luiz Felipe Scolari. Foi para a entrevista coletiva com cara de poucos amigos. Suas respostas foram sempre curtas. Não dá para marcar pênalti em favor do Brasil? Será que temos que concluir que vamos precisar de um juiz japonês por jogo para ganhar a Copa do Mundo?

Precisamos ver nosso time jogar mais futebol.

Beira-Rio
Quem esteve no Beira-Rio ficou maravilhado com o jogo. Quem andou pelas ruas de Porto Alegre se encantou com milhares de turistas que invadiram a cidade.

No campo de jogo, um certo afrouxamento da Holanda depois de ter goleado a Espanha, e uma superconcentração da Austrália, atrás da primeira vitória. Ganhou a Holanda porque é melhor, mas os australianos valorizaram o jogo. Uma grande festa, que Porto Alegre merecia receber.

É demmaaaiiiss
Calcula-se que 25 mil mexicanos estiveram em Fortaleza. Muito voos fretados, um navio trazendo 3,6 mil passageiros, mexicanos de todas as partes do mundo. No estádio, foram vibrantes nos bons e nos maus momentos do time em campo. Um show para a torcida brasileira apreender um pouco mais a arte de torcer pelo seu time.

Diogo Olivier/ Agência RBS

Diogo Olivier/ Agência RBS

Click do dia

Após cair e bater com o rosto no chão, o zagueiro holandês Bruno Martins Indi saiu do Beira-Rio com traumatismo craniano. Na vitória da Holanda por 3 a 2 sobre a Austrália, ele recebeu uma entrada dura do atacante Cahill e caiu com o rosto no chão. Deve ficar dez dias afastado do futebol.

Mauro Vieira/ Agência RBS

Mauro Vieira/ Agência RBS