Chamado de mão de alface antes do jogo, Júlio César ofusca Neymar

Leia o post original por Perrone

“Esse mão de alface vai acabar levando um frango”. A frase é de um torcedor que caminhava para o Mineirão antes do jogo entre Brasil e Chile com medo de uma falha de Júlio César. Mal sabia ele que o goleiro seria o destaque do time brasileiro.

A desconfiança não é um ponto fora da curva. Júlio César calou muitos críticos com a defesa milagrosa que fez no segundo tempo e os dois pênaltis agarrados. O goleiro já vinha jogando bem, mas o que chama atenção é o seu desempenho nas penalidades. Nos treinamentos na Granja Comary observados por est blogueiro ele nunca se destacou nesse quesito. Diferentemente de Jéfferson, que tem sido o carrasco dos jogadores brasileiros nas cobranças.

Vez por outra, o reserva pega até uma cobrança de Neymar, que tem desempenho quase impecável. O atacante, aliás, marcou contra o Chile de um jeito que ameaçou treinar na véspera do jogo, mas desistiu depois de iniciar a corridinha. Felipão avisou que a imprensa estava de olho, ele mudou o jeito de cobrar e perdeu. Neste sábado, porém, marcou, mas saiu ofuscado por JC, que teve seu nome gritado pela torcida, cena difícil de se imaginar antes de a Copa começar.