México joga como nunca, perde como sempre e não manda a vaca holandesa para o brejo!

Leia o post original por Milton Neves

sneijder
placar grecia

Ah, México… Que pena!!!

A seleção mexicana, que muito sufoco deu para o Brasil na fase de grupos, por muito pouco não eliminou a poderosa Holanda da Copa do Mundo.

A equipe da América do Norte vencia a Laranja Mecânica até os 42 minutos do segundo tempo, quando Sneijder, de lembrança tão traumática para nós brasileiros, igualou o marcador.

Cinco minutos mais tarde, o experiente zagueiro Rafa Márquez derrubou Robben na área, e Huntelaar converteu a penalidade.

E nada traduz melhor o que foi o jogo do que aquela velha máxima mexicana: “jogamos como nunca e perdemos como sempre”.

E, não querendo abusar das frases feitas, mas era a hora de a vaca holandesa ter ido para o brejo.

Afinal, pegá-los em alguma das fases decisivas da Copa será complicadíssimo.

E vale a pena ressaltar a ótima atuação do goleiro mexicano Ochoa.

Mesmo com a desclassificação de sua equipe, para mim ele é o melhor goleiro do Mundial.

Grécia 1 (3) x 1 (5) Costa Rica

E, às 17h, Grécia e Costa Rica fizeram um joguinho de dar sono…

Com o empate em 1 a 1 até o fim da prorrogação, as equipes decidiram a vaga nos pênaltis.

Melhor para a equipe da América Central, que conquistou a classificação graças ao seu goleiro Navas, que defendeu uma cobrança dos gregos.

Na próxima fase, a Costa Rica pega a Holanda.

Será que dá?

Opine!