Messi. O filme

Leia o post original por Mauro Beting

Sou suspeito.

A cinebiografia de Messi é produzida pela Mediapro, empresa espanhola a quem prestei serviço de curadoria para o Museu da CBF, e com quem realizo outros projetos.

Sou suspeito.

O filme é roteirizado por Jorge Valdano, das melhores cabeças pensantes do futebol.

Sou suspeito.

O filme conta a vida e obra de alguém que não precisa ganhar o que ainda pode vencer em duas semanas.

Sou Messi.

E o filme é mais que Messi.

É um grande jantar envolvendo amigos de bairro de Rosário. Companheiros de potreros e peladas na Argentina. Colegas de escola e de Newell’s Old Boys.

Cruyff. Menotti. Maradona. Colegas de Barça e de Argentina. Treinadores. Jornalistas. Dirigentes.

Com imagens emocionantes do começo e dos meios para quem ainda está longe do fim. Do final que será tão feliz quanto a edição e roteiro. Quanto o docudrama que emociona ao retratar a infância de Léo.

Impressionam as reconstituições e atuações dos meninos que são a cara de Messi. Como o documentário respeitosamente recria tanto o menino quanto o homem.

Mostrando o lado frágil. Até algumas das polêmicas. E muitas das emoções que o fazem ser o que é.

Abrindo até espaços para as tantas comparações com Maradona.

Incluindo a que entendo como definitiva:

Maradona sempre será maior ídolo para os argentinos por ser mais argentino que todos eles.

Mas, com a bola, Messi já é maior. E poderá comprovar a minha tese no Maracanã.

Ou, como melhor definiu o próprio Diego:

– Maradona enxerga melhor o jogo que Messi. Messi enxerga melhor o gol que Maradona.

É isso.

E também é o que Menotti encerra a questão também levantada no ótimo filme, perfeito para quem entende do jogo, um pouco longo para quem quer entender mais de Messi:

– Pelé é um ser de outro planeta.

É o que sempre digo.

E digo ainda mais: Messi é um satélite do planeta de Pelé. O que gira bem perto do planeta onde Maradona é deus.

O filme está à altura do homenageado. E das melhores coisas que os argentinos ainda nos goleam: fazer cinema. Com a produção espanhola