Cortando circuitos colombianos

Leia o post original por Mauro Beting

O time atuou contra o Uruguai no 4-4-2 variável para o 4-2-3-1 com o atacante Martinez fechando pela esquerda como o terceiro armador.

Com a bola, James e Cuadrado se mexeram muito como os dois armadores. No lance do gol de placa de Rodríguez, ele e Cuadrado estavam em posições invertidas. Algo em que investe muito o treinador Pekerman.

Ainda mais em jogo tão complicado como será em Fortaleza. Ainda mais para o Brasil sem Luiz Gustavo para marcar. Sem o melhor dos volantes de Felipão, Fernandinho deve ser o mais atento em James, que sabe ficar atrás da tropa de volantes rivais. Foi assim que fez no primeiro gol no Rio. Assim poderá repetir no Ceará.

Paulinho terá que fazer a melhor partida dele. Sobretudo na marcação que tem de ser por setor. O que implica que ele também tenha cuidados especiais quando James cair por ali. Também quando Martinez recompor o meio e quando atacar para cima de Thiago Silva e nosso lateral-direito. Um motivo a mais para ser Maicon.

Adoro Daniel Alves. Mas, hoje, é dia para a maior capacidade de marcação de Maicon. Para não dizer maior pegada de toda a equipe. Também de Hulk, que promete duelo físico e tático muito interessante com Armero. Uma das melhores saídas colombianas. Algo que o Brasil precisa fazer para ganhar jogo parelho. Desde que a Seleção não pense apenas em não deixar jogar.