Entrada de colombiano em Neymar é caso de polícia

Leia o post original por Pedro Ernesto

Como se esperava, foi sofrido. Os zagueiros brasileiros não só foram espetaculares como marcaram os dois gols. Foram fantásticos. Os dois melhores defensores do planeta. A Colômbia foi um adversário valente e competente. Exigiu muito.

Mas a Seleção Brasileira do primeiro tempo foi valente, combativa e fogosa. Conseguiu um gol e teve outras oportunidades. No segundo tempo caiu de produção. Achou um gol  com David Luiz. Mas, no jogo, foi melhor do que a Colômbia e mereceu a vitória.

Caso de Polícia
O que fez o jogador Zúñiga contra Neymar é um verdadeiro caso de polícia. Ele entrou com o joelho, por trás, nas costas do atacante brasileiro, não teve a intenção da bola, e sim de atingir o atacante brasileiro.

O árbitro sequer deu o cartão amarelo, deveria ter dado o vermelho, e chamar a polícia para levar de algemas para fora do estádio. Estrondoso prejuízo para a Seleção Brasileira que agora tem que encarar o poderoso time da Alemanha.

Alterações
Felipão acertou duas vezes. Primeiro quando retirou Daniel Alves colocando Maicon. Melhorou muito o lado direito. A outra foi trazer Oscar para o meio, retirando-o da linha lateral. Oscar foi um gigante marcando e armando jogadas. O Brasil melhorou muito com estas modificações e, apesar das dificuldades do jogo, fez sua melhor partida da Copa do Mundo.

De menos
Thiago Silva foi espetacular. Marcou gol, foi valente e técnico. Mas cometeu um erro gravíssimo. Foi atrapalhar a saída de bola do goleiro Ospina e levou cartão amarelo. Não havia nenhuma necessidade. Completou dois cartões e fica fora do jogo contra a Alemanha.

Demmmaaaiissss
A fase semifinal vai apresentar um dos maiores clássicos do futebol mundial. A Alemanha chega à 13ª semifinal na história dos mundiais. Da Seleção Brasileira não precisa falar. Não tenho dúvidas que este será o maior e mais importante jogo da copa até aqui.

Perigo
Pelo que vi da Bélgica, conclui que a Argentina corre grande risco de ser eliminada neste sábado da Copa do Mundo. Os belgas chegaram no Brasil como a grande seleção. Na primeira fase, não foram muito bem, apesar das três vitórias conseguidas.
Nas oitavas, levou o jogo para a prorrogação. Isso se deu porque o goleiro norte-americano Howard fez mais de uma dezena de defesas extraordinárias. Já a Argentina se resume a Messi. Não é pouco, mas pode não ser suficiente.

Costa Rica
Por mais carinho e surpresa que se possa ter da seleção centro-americana, não dá para deixar de pensar que o jogo contra a Holanda é o fim da linha. Existe uma disparidade técnica muito grande. Só mesmo o sobrenatural pode mudar esta tendência. Mas os Costarriquenhos já fizeram um grande papel nessa Copa.

Clic do dia

MATT DUNHAM/  POOL

MATT DUNHAM/ POOL

Se comparado a outros jogos das fases eliminatórias da Copa, Alemanha e França realizaram uma partida morna, sem grandes emoções. De qualquer sorte, os jogadores protagonizaram lances curiosos. Em um deles, pareciam voar em campo.