Nada como ser bonzinho no futebol

Leia o post original por Neto

Kaká está de volta ao Tricolor após mais de uma década na Europa

Kaká está de volta ao Tricolor após mais de uma década na Europa

O São Paulo apresentou neste domingo o meia Kaká como novo reforço do time para o restante da temporada. Negociação que me trouxe uma certa curiosidade. Poxa vida, o cara é exemplo de bom moço, grande caráter, mas não joga bola pra valer desde 2009, quando trocou o Milan pelo Real Madrid. Então porque contratá-lo? Por que é bonzinho tem estilo de galã e todos os dentes na boca? Para vai!

A grande verdade é que o Kaká sofre há alguns anos com problemas físicos que o impossibilitam de atuar em alto nível. Mas seguiu por muito tempo na Europa mais pelos estilo de vida regrado do que pelo bom futebol apresentado. Desse jeito esteve convocado para três Copas do Mundo. Mas não arrebentou em nenhuma delas. Pra falar a verdade fez apenas um golzinho em 2006. Do restante mais enganou do que jogou.

Ainda assim a direção do Tricolor quis investir nele. E de um jeito esquisito, afinal são apenas seis meses por empréstimo. Ou seja, o cara assinou um contrato com um clube norte-americano e veio pra ficar pouco tempo. Que isso!? Turismo? Que absurdo! Que grana mal gasta! É tão rápido que o São Paulo provavelmente nem tenha tempo pra recuperar a grana do ponto de vista do marketing.

Sinceramente vejo esse negócio como um erro estratégico. E não adianta nada o Kaká prometer mundos e fundos para a torcida. Vai ter que provar dentro de campo que estou errado. E mesmo que jogue, o que torcemos para que aconteça, esse pouco tempo ficou muito mal explicado.