Alemanha põe Brasil na roda

Leia o post original por michellegiannella

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

E tinha gente que dizia que a Alemanha era freguesa do Brasil… Pois é, hoje nós vimos a verdadeira seleção brasileira. Eu não vou comentar os nossos problemas porque já escrevi sobre eles em todos os posts anteriores. Faltava meio campo, jogada ensaiada, toque de bola, marcação e blá blá blá.

A maior derrota da história do futebol brasileiro que mostrou a fragilidade do time de estrelas que não tem conjunto e depende do talento individual. Aliás, talento que também deixou a desejar.

Sabe, a Alemanha é muito, mas muito superior ao Brasil e os caras tiveram todos os méritos do mundo, poderiam até ter feito mais gols na gente se quisessem. Mas o Brasil se abalou demais com o segundo gol, parece que abriu a porteira e deixou a boiada passar. Esse time realmente não tem a menor estrutura psicológica.

No final, a torcida resolveu debochar mesmo e gritou olé olé olé para a equipe adversária. Fazer o quê?

Sorte do Neymar não ter participado desse vexame.

Ah, só uma coisa: valeu a pena apostar tanto naquele Fred? CLARO QUE NÃO!