Felipão foi o principal responsável pela maior humilhação da história da seleção brasileira; parabenizo os alemães pela façanha

Leia o post original por Vitor Birner

De Vitor Birner

Arrogante, utópica e desprovida da mínima inteligência tática,

Assim foram a escalação e proposta de jogo escolhidas por Felipão.

O Brasil passou a sua maior humilhação da história.

O treinador simplesmente desprezou tudo que havia acontecido no Mundial na hora de escolher a proposta de jogo.

Bastava observar o simples e óbvio.

A Alemanha sofreu contra a Argélia porque os africanos marcaram atrás e contra-atacaram.

Gana fez o mesmo e dificultou a vida dos finalistas da Copa do Mundo.

A França levou mais perigo no 1° tempo, quando foi atacada, que no momento em que precisou sair de trás.

O Brasil, após passar o Mundial sem conseguir marcar a saída de bola cheio de dificuldades na criação, mesmo com Neymar, o mais habilidoso do elenco, em campo, decidiu sair para o jogo ao invés de esperar o adversário, dar a bola a ele, e usar os lados do campo para contragolpear.

Mas o treinador decidiu que seu time iria pressionar a saída de bola e tentar ficar com ela na frente.

Contrariou toda lógica que o futebol mostrou neste mundial, fez exatamente o que os germânicos queriam, facilitou a missão deles e viu a seleção passar sua maior humilhação da história.

Deu liberdade para Marcelo avançar, não prendeu os volantes, deixou o sistema defensivo desguarnecido.

Quando o Brasil perdia a bola seus atletas estavam no ataque e havia muitos espaços para o meio de campo alemão tocar a bola, seu ponto forte, como bem entendia.

Nem Joachim Löw deve ter acreditado que Scolari seria tão generoso.

Lógico que os jogadores brasileiros foram muito mal e têm responsabilidade pelo que houve, mas o protagonista do vexame foi o seu líder.

Reitero:

Argélia e Gana têm elencos muito inferiores ao do Brasil dificultaram bastante para os germânicos.

O Brasil até podia perder, contudo não assim.

Só um time jogou futebol.

A gente precisa saber também se Parreira teve participação na escolha do time e da proposta tática fora da realidade.

Parabéns aos alemães pela façanha de conseguirem impor na Copa do Mundo do Brasil a maior goleada que a seleção pentacampeã sofreu em todos os tempos.