Por estádios com festa, bandeiras e paz!

Leia o post original por daniel perrone


Nação do Maior do Mundo;

Algumas coisas chamaram bastante a atenção do torcedor do São Paulo na festa do retorno de Kaká ao Tricolor. Uma delas foi sem sombra de dúvida a presença dos bandeirões das torcidas organizadas Independente e Dragões da Real nas arquibancadas do Morumbi.

Os bandeirões, proibidos nos estádios paulistas por decisão do governo do estado, foram tremulados durante todo o evento de apresentação do novo camisa oito. Muitos jovens puderam presenciar pela primeira vez eles no estádio e muita gente mais tarimbada de Morumbi (como eu) ficaram saudosos.

É fato que as grandes bandeiras, assim como as bexigas e a fumaça fazem diferença na festa de uma torcida no estádio. Desde que me conheço por torcedor, me maravilhava com a festa da torcida. Houve um tempo em que elas representavam perigo em confrontos dentro do estádio. Porém agora, com a nova distribuição de torcidas (90% mandante e 10% visitante) não vejo como um artefato perigoso. Poderiam ser liberadas ou pelo menos proibidas somente nos clássicos e jogos de alto risco.

O projeto da volta dos bandeirões existe e não voltou porque o governador não sancionou seu retorno. Mas poderia ser revisto, afinal não são as bandeiras as vilãs e sim alguns delinquentes que as usaram como arma. Eu garanto: Quem foi ao estádio nas épocas áureas dos anos 80 e 90 lembra da beleza plástica que elas representam na festa do futebol. Mas é óbvio que festa em estádio só combina com paz e boa convivência entre os torcedores. Será muita utopia pedir para que os bons tempos dos bandeirões voltem?

Saudações Tricolores!

PS: O espaço é livre para você emitir sua opinião, porém respeite o blog e seus leitores.
Mensagens consideradas 
impróprias ou ofensivas serão deletadas antes mesmo de irem ao ar.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/danielperrone
Curta a Fan Page: http://facebook.com/danielperronespfc
Instagram: http://instagram.com/danielperrone

Opine, palpite, participe do Blog do Maior do Mundo!