Invasão argentina tem soneca em lixeira e acusação de pedrada em brasileira

Leia o post original por Perrone

A invasão argentina tem proporcionado cenas inusitadas em Copacabana. Tem torcedores dormindo amontoados em seus carros, cozinhando em fogareiros na calçada, secando roupas em portas de veículos e até cochilando abraçado a uma lixeira, como fazia ontem um fã do time de Messi nas primeiras horas da madrugada. Claramente faltou hotel na cidade da final da Copa do Mundo. Não são todos os argentinos que estão na rua por opção. Nesta sexta à noite, a dificuldade de se encontrar vaga em hotéis no Rio já era enorme. Uma das poucas opções era conseguir um quarto em hotéis normalmente usados como motéis. E mais gente chegou desde então.

Quase todos agem de forma pacífica. Mesmo assim, uma brasileira acusa os argentinos de atirarem uma pedra nela, que vestia a camisa da seleção de Felipão e resolveu responder à uma música provocativa.

Com policiamento ostensivo, a situação parece sob controle nas ruas do bairro. Porém, é difícil imaginar que a maioria dos argentinos tenha ingresso para a decisão de domingo, contra a Alemanha. Aí mora o perigo, pois o Maracanã já foi alvo de invasão por parte de chilenos sem entradas. Com ingresso faltando, e argentino sobrando, a segurança da Copa terá seu teste mais duro justamente no último dia.