Nem sempre é melhor ser quarto do que ser sexto colocado. O Brasil 2014 revela a contradição dos números

Leia o post original por ESPN.com.br

Voltar à semifinal de uma Copa do Mundo depois de doze anos seria bom. Talvez o primeiro passo para voltar à decisão daqui a quatro anos. Mas o sentimento não é esse…