Pane (mental) mesmo é sonhar ganhar Hexa só com Neymar

Leia o post original por Mion

Dá pra entender Brasil querer ganhar uma Copa com Júlio César no gol e Fred com a "sagrada" 9 brasileira?  Midiático David Luis deu uma aula de promoção pessoal, mas Mourinho não engoliu, já tinha mandado embora.

Dá pra entender Brasil querer ganhar uma Copa com Júlio César no gol e Fred com a “sagrada” 9 brasileira? Midiático David Luis deu uma aula de promoção pessoal, mas Mourinho não engoliu, já tinha mandado embora.

Bastava acompanhar o futebol internacional para saber que a seleção brasileira teria poucas chances de ganhar esta Copa. Até poderia caso passasse por uma série de situações entre elas a sorte. Em sã consciência sabemos muito bem que o Brasil está fora desde o jogo diante do Chile pelas oitavas-de-finais. Em nenhum momento os brasileiros foram superiores aos chilenos e nos pênaltis Júlio César e a trave impediram o pior. Injustiça com o Chile que além de ter jogadores melhores dominou o Brasil. Concordo com as críticas e cobranças com relação ao trabalho e principalmente postura de Felipão e sua comissão técnica, muita mentira e dissimulação. Entretanto a situação é bem mais complicada. A mídia está muito focada no técnico, quando uma análise mais profunda mostrará que outro técnico, por mais competente que fosse, teria que tirar água de pedra. Esta geração é composta de jogadores medianos, vejamos o perfil daqueles considerados titulares:

JÚLIO CÉSAR, 34 anos – Desde 2010 entrou em decadência, jogou no Rangers e acabou no futebol canadense disputando campeonato norte-americano, seguiu caminho daqueles jogadores em final de carreira como Beckham, Lampard, Kaká e outros. Felipão tentou ganhar a Copa com um goleiro defasado, posição fundamental para qualquer time que almeja grande conquista. Até mesmo seleções intermediárias como Costa Rica e México foram mais longe na Copa porque tinham goleiros especiais, casos de Navas e Ochoa.

DANIEL ALVES, 30 anos – Quem acompanha o campeonato espanhol sabe que nos últimos dois anos o lateral caiu vertiginosamente. Já veterano perdeu grande parte de seu vigor físico. No Barça atua como ala, sempre tem cobertura. Piquet sustentou em grande parte permanência de Daniel. Desde o final do Espanhol não interessa mais, está em negociação com o Paris Saint-Germain da França.

DAVID LUIS, 27 anos – Midiático soube vender sua imagem com brilhantismo na Europa e principalmente no Brasil. As falhas nos gols diante de Croácia, Camarões, Alemanha e Holanda corroboraram com a decisão do técnico José Mourinho em liberar sua venda para Paris Saint-Germain. A arrogância de Mourinho pode incomodar, mas ninguém coloca em dúvida seu conhecimento apurado sobre futebol. Como liberou tão fácil o quarto-zagueiro? Na última temporada David ficou no banco do Chelsea e às vezes jogava de volante, pois Mourinho consderava um temor tê-lo na zaga. No auge de sua carreira, David sai do gigante Chelsea para jogar no PSG da França. Por que outros gigantes do futebol europeu não o contrataram?

MARCELO – Aos poucos dá pra entender as razões de Dunga não levá-lo em 2010 e Mano ter algumas reservas. Suas atitudes comprovaram ser alienado, infantil, malandro (grudou em Neymar para alcançar imunidade perante comissão técnica, mesmo jogando mal não foi sacado comprometendo toda a defensiva) e péssima influência aos demais, principalmente Neymar. Ainda é remanescente daquela leva de jogadores irresponsáveis metido a celebridade. Nos últimos meses foi sacado pelo técnico Carlos Ancelotti no Real Madri porque seu setor era uma avenida. Escalou Coentrão e ganhou a Champions League.

LUIS GUSTAVO, 27 anos – É outro que caiu de status. Uma das primeiras providências de Pep Guardiola ao assumir o Bayern de Munich foi liberar Luis Gustavo e contratar Thiago Alcântara. Para Pep volante precisa de qualidade técnica. Gustavo ficou parado um tempo e se agarrou no mediano Wolfsburg porque Felipão falou, sem jogar ficaria difícil jogar a Copa.

PAULINHO, 25 anos – Um esquema montado para ele por Tite e o fato de atuar no Corinthians transformaram o volante em jogador acima da média. Ledo engano de todos, inclusive da mídia. Paulinho nunca passou de ótimo jogador, nem perto daquilo que desenhavam. Vendido ao Tottenham, clube intermediário da Inglaterra, não precisou de muito tempo para o técnico inglês perceber suas limitações. Hoje é reserva

OSCAR, 22 anos – É outro que Mourinho não quer. Deixou claro aos dirigentes do Chelsea, se aparecer uma boa proposta pode vender. Interessante este posicionamento não ocorre com Willian e Ramirez. Não abre mão dos dois. Como tem apenas 22 anos ainda vai evoluir, pode melhorar, crescer em todos os sentidos.

FRED , 30 anos – Sinceramente não entendi a razão do apreço de Felipão ao centroavante. Nunca passou de ótimo jogador e goleador como tantos outros do futebol brasileiro. Querer ganhar hexa tendo Fred como referência ofensiva é muita pretensão e até desprezo à história do futebol brasileiro. Sem contar que ficou 6 meses sem jogar. Felipão o tratou como fosse um Ronaldo. Pra mim o maior equívoco, só interesses comerciais ou outra jogada obscura justificam insistência em sua convocação e principalmente escalação.

Para fechar avaliação da seleção, Felipão continua falando em legado e que este grupo era inexperiente e para a Copa de 2018 estará pronto. Abaixo projeto a idade do grupo em 2018. Vai sobrar no máximo 5 e mesmo assim alguns pertinho dos 30.

JOGADOR POSIÇÃO IDADE EM 2018  Jefferson, 35;  Daniel Alves, 35;  Thiago Silva, 33,  David Luiz, 31,  Fernandinho, 33,  Marcelo, 30,  Hulk, 31, Paulinho, 29, Fred,  34,  Neymar, 26,  Oscar, 26,  Júlio César, 38, Dante, 34,  Maxwell,  36,  Henrique, 31, Ramires,  31, Luiz Gustavo,  30,  Hernanes, 33,  Willian,  29,  Bernard,  25,  Jô,  31,  Victor,  35,  Maicon,  36.

Bom estes são os fatos, não opiniões. Antes de qualquer coisa CBF e seleção devem parar de mentir e enganar. Daí sim poderá tratar com maior seriedade e de maneira verdadeira o destino do futebol brasileiro.