Dunga só daria certo se esquecesse o eterno trauma

Leia o post original por Neto

Geração de 90 ficou marcada como a "Era Dunga"

Geração de 90 ficou marcada como a “Era Dunga”

Conheço o Dunga desde garoto. Defendemos algumas vezes as Seleções de base do Brasil. Já jogamos juntos inclusive na Seleção principal. Mas sei que desde a eliminação na Copa de 90, que ficou injustamente marcada como a ‘Era Dunga’, ele ficou meio traumatizado. Pegaram pesado mesmo e desde então ele não absorveu aquilo. Por incrível que pareça o sentimento de revolta não diluiu nem com a conquista do tetracampeonato nos Estados Unidos quatro anos mais tarde.

Duas décadas depois de 90, já mais maduro como comandante técnico do Mundial da África, o Dunga tratou muito mal a imprensa. Muito em função dos problemas do passado. De alguma forma ele não percebeu que a mídia fazia parte da engrenagem de uma Copa do Mundo. Não entendeu que a maioria estava ali para informar as novidades do nosso time brasileiro. Ninguém estava contra o profissional Dunga. Infelizmente ele não pensou desta forma e contaminou o ambiente de trabalho. Foi horrível.

Até por isso fico receoso quanto a um retorno do Dunga no comando da Seleção. Acho que ele ainda não superou o eterno trauma pelas gozações da eliminação de 90. O que particularmente considero uma bobagem.

Pra falar bem a verdade acho o Dunga um mito como jogador. Marcou uma página importante do esporte nacional. Se ele esquecesse um pouco o passado talvez tivéssemos esperança de um futuro promissor. Mas com toda a sinceridade não acredito muito nisso.

Toda paulada que vier como treinador volta pra ele dobrada. Consequência de um comportamento questionável.