Inter deu um passeio triunfal diante do Flamengo

Leia o post original por Pedro Ernesto

Foi um passeio triunfal do Inter sobre o Flamengo na ensolarada tarde de ontem, no Beira Rio. O Flamengo esbanjou mediocridade e o Inter, se aproveitou. D’Alessandro voltou a ser o grande maestro. Teve participação direta em todos os quatro gols, um dos quais ele marcou de pênalti. Defensivamente, não houve necessidade de trabalhar. O Flamengo nunca atacou. Teria sido a melhor atuação do Inter neste campeonato? Não sei. O time de Ney Franco deu muito mole. Mas é uma vitória para ser comemorada. Assim que se faz. Se o adversário não é bom, toca uma goleada.

Vitória

Faltava, pelo menos, um gol. Eram quatro jogos sem ir às redes. O meia Giuliano se encarregou de encerrar o jejum preocupante. Veio a desejada vitória. Não foi um grande jogo. A atuação gremista foi média, mas o suficiente para ganhar do fraco Figueirense e somar três pontos. Valeu muito a vitória, mas precisa melhorar bastante.

Treinadores

Sempre se diz que não existe paciência para seguidas derrotas com os treinadores. Não está sendo o caso de Ney Franco e Celso Roth, comandantes do Flamengo e Coritiba, respectivamente. Eles repetem derrotas e se mantém no cargo. Não sei se passam desta semana, mas ambos conseguem uma estranha longevidade para a cultura do futebol brasileiro. Tanto o Flamengo quanto o Coritiba indicam, claramente, o caminho reto para a segunda divisão.

Dunga

Está claro que ele será o treinador da Seleção Brasileira. Bom técnico, com bom passado na Seleção e eliminado pela Holanda, em 2010, com dignidade. Nada a ver com o fiasco feito este ano nas mãos de Felipão. O problema é que ele assume o cargo e passa a entender que o mundo está contra ele. Eu gostaria mais de um treinador com competência e que encarasse com naturalidade o mundo do futebol.
Demais

O Beira Rio chorou. As lágrimas brotavam dos olhos de todos que estavam vivenciado as justas homenagens a Fernandão. Ele foi protagonista dos melhores anos da história colorada. Sua trágica morte trouxe muita tristeza. Sua mulher, Fernanda, agradeceu aos torcedores pelo ilimitado carinho. Fernandão fez por merecer.

De menos

A agressão de torcedores do Flamengo ao lateral André Santos é injustificada. A ameaça feita por outros torcedores no embarque da delegação também não encontra justificativa. Os jogadores amedrontados jogam ainda menos e não conseguem tirar o time da lanterna. São baderneiros que só aumentam o prejuízo que já não é pequeno.