Até quando durará a paz entre Dunga e a imprensa? E a injustiça da CBF com Tite e Cuca!

Leia o post original por Milton Neves

Me espantei ontem com o comportamento de Dunga na coletiva que marcou o seu retorno ao comando da seleção brasileira.

O capitão do tetra gastou sorrisos, piadas, e até prometeu não entrar mais em conflito com a mídia.

Muito diferente de 2010, quando o técnico chegou a ofender desnecessariamente o jornalista Alex Escobar, da TV Globo.

Mas, sabendo muito bem como é o temperamento de Dunga, a pergunta que faço é: até quando durará a paz entre o treinador da seleção e a imprensa?

– Até uma possível derrota para uma seleção muito inferior nas eliminatórias?

– Até a convocação de algum jogador que possivelmente só ele conheça?

– Ou até que alguma grande emissora comece a invadir o espaço do capitão do tetra?

Dunga coletiva
Bom, isso eu não sei.

Mas sei que alguns treinadores foram completamente injustiçados com a escolha da CBF.

Um deles, claro, é Tite, que desde que saiu do Corinthians, em 2013, aguardava ansiosamente pelo convite de Marin.

Mas um outro nome injustiçado, que inclusive foi pouco comentado pelos companheiros de imprensa, é o de Cuca.

Afinal, nos últimos anos, quem armou um time que jogasse um futebol envolvente e vistoso como o treinador campeão da Libertadores-2013 com o Galo?

Mas, como não apitamos nada na CBF, vamos ter que aguentar mais quatro anos de Dunga.

Um técnico que realmente é tosco, mas sempre foi reto e honesto.

Opine!