Por que Dunga? Meu cunhado também quer saber

Leia o post original por Mion

Avesso à jogador pop star reside em Dunga a esperança de buscar talentos de qualidade para recuperar seleção.

Avesso à jogador pop star reside em Dunga a esperança de buscar talentos de qualidade para recuperar seleção.

Bateu o telefone. Ligação de Uberlândia… pensei, minha irmã vai contar novidades. Nada da Viviane, meu cunhado Ben-Hur. Indignado, mal me cumprimentou e já intimou: Me explique … Por que o Dunga? E olha que meu querido cunhado não é fanático por futebol. Esta pergunta rolou por todos meios de comunicação e redes sociais. Alguns atônitos, outros indignados… Por que Dunga?

Particularmente tenho uma esperança: colocar a casa em ordem. Ainda tem gente que insiste em não ver que o atual grupo da seleção é limitado tecnicamente e vive de impressões falsas, marketing pessoal exagerado e deslumbre total de alguns, típico daqueles que acham “jogamos demais”, mas real jogam bem menos. Por mais que respeite e admire Tite e Muricy, não teriam respaldo curricular para reformular a seleção. Explico: Os dois são técnicos de ponta? Sim … no Brasil. 90% dos jogadores do atual grupo atuam em grandes clubes europeus, têm status internacional. Talvez baseada nisso CBF escolheu Felipão e Parreira, campeões do mundo com a seleção. Ambos tinham história para sedimentar o comando de um grupo de estrelas internacionais, ainda mais numa Copa aqui em terras brasileiras. Novamente a CBF alicerçou a escolha neste conceito e optou por Dunga.

E não discordo: seleção brasileira foi um mar de vaidades, promoção pessoal e show de jogadores metidos a pop star. Caras e bocas (até cabelos) para as câmeras não faltaram. Enquanto isso alemães, holandeses, argentinos, franceses etc,… treinaram e adotaram comportamento simpático, mas sem exageros. Voltando ao meu cunhado, acredito que o convenci em dar crédito a Dunga apenas por esta razão: Dunga possui personalidade forte e valores rígidos. Não tem medo de tomar decisões, tudo isso respaldado por ser capitão do tetra. Nenhum jogador do grupo atual ganhou nada perto disso e encarar Dunga é ruim, hein?

Sob seu comando espero medidas drásticas, renovação de no mínimo 70% do atual grupo. Tite e Muricy não teriam força suficiente para mexer em jogadores como Daniel Alves, Marcelo, Fred e David Luis protegidos pelo craque e célebre Neymar. Nos últimos dias da Copa ficou clara a predominância dos jogadores sob a comissão técnica, a ponto de Marcelo e Neymar levantarem do banco, no jogo diante da Holanda, e darem palpites no ouvido de Felipão. Nunca vi isso na seleção brasileira, nem na seleção do Paquistão.

Vou reescrever algo que bati demais nos últimos três meses. Felipão queria ganhar o hexa com jogadores badalados, entretanto sem provarem em campo toda a fama. Reservas em seus clubes, casos de David Luis no Chelsea, Marcelo, Real Madri, Luis Gustavo (dispensado por Guardiola. Motivo: falta de qualidade técnica) e Oscar, Chelsea. Sem contar que encarar uma Copa no Brasil com Fred vestindo a mística 9 da seleção é o fundo do poço. Não poderia dar certo.

Por isso acredito em Dunga. Nele mora a esperança de a seleção buscar novos rumos com jogadores mais próximos da realidade. Espero que não me decepcione. Meu cunhado é médico, assim encerro resumindo minha tese da seguinte maneira: vejo Dunga como instrumento para extirpar o tumor, mas consciente de não ser a cura do câncer que consome o futebol brasileiro.