Felipão será o pai ou o avô da nova família Scolari no Grêmio?

Leia o post original por Vitor Birner

De Vitor Birner

Felipão, de volta ao Grêmio após 18 anos, precisa reassumir a condição do pai disciplinador da família Scolari.

Na Copa do Mundo foi o avô protetor.

Em todos trabalhos de sucesso nos clubes e seleções, seus times foram taticamente realistas, humildes e muito fortes na parte emocional.

Muitas vezes, quando perdiam o duelo técnico e estavam desvantagem na tática, venciam a batalha psicológica, fundamental principalmente no mata-mata, e terminavam os 90 minutos em vantagem no placar.

Trabalhara no ambiente ideal para implementar o seu velho estilo.

A maioria dos torcedores aplaudem os atletas dedicados.

Mas, os de alguns clubes, quando os raçudos deixam a desejar no trato de bola, reclamam.

Os do Grêmio não fazem isso.

Reverenciam e apoiam o estilo de jogo baseado em força defensiva e muita pegada.

O consideram a essência da cultura de futebol gremista.

Não há lugar melhor para o treinador se recuperar, caso ainda tenha tal capacidade.

Será que a proteção excessiva aos jovens boleiros do Brasil no Mundial e o devaneio, a aberração, a inexplicável proposta de jogo diante da Alemanha fizeram o vencedor técnico retomar o controle verdadeiro do elenco e a capacidade de fazê-lo refletir em campo suas virtudes de liderança?

Sem o aprendizado e manutenção dos pés no chão, fracassará de novo.

Certamente não fará nenhuma revolução tática capaz de garantir enorme vantagem contra as agremiações mais fortes do país.

A torcida cobra da diretoria uma conquista além das fronteiras do Rio Grande do Sul.

Não adianta ser campeão estadual.

Em tese, não faltará tempo para implementar o que pensa.

Assinou contrato de dois anos e meio.

Fabio Koff confia muito nele desde 95, quando ambos conquistaram a Libertadores no Olímpico, e se for reeleito para o próximo biênio permanecerá na presidência pelo mesmo período do seu escolhido.

Aos que não conseguiram entender

O pai e a mãe educam.

O avô e a avó mimam.

Esta foi o simbolismo que usei no post.

Tenho absoluta certeza que a maioria dos leitores entendeu.

Se algum compreendeu, agora ficou claro.

Os avós têm mesmo que mimar os netos.

Fizeram a parte mais difícil com seus filhos e merecem curtir a família com menos responsabilidade.