São Paulo tira programa de Neto de camarote no Morumbi: retaliação?

Leia o post original por blogdoboleiro

Depois de quase um ano no ar, sempre ao vivo de um dos camarotes do  Morumbi, o programa Baita Amigos – comandado pelo ex-jogador e comentarista Neto – teve que sair do estádio do São Paulo. Na última quinta-feira, o clube informou à produção do programa, exibido pelo canal Bandsports, que nenhuma outra produção ao vivo seria feita nas dependências da arena tricolor.

Coincidentemente, o único programa que se encaixa nesta condição era o Baita Amigos.

Desde sua estreia, o produto era feito direto do espaço Unyco, o maior camarote do estádio. Nesta segunda-feira, Neto e seus convidados foram ao ar dos estúdios do Bandsports, com o volante corintiano Petros como convidado.

O Blog do Boleiro tentou sem sucesso, até às 12h30, conversar por telefone com Júlio Casares – vice-presidente de Comunicações e Marketing – para saber o motivo da mudança. 

Entre os dirigentes tricolores, já havia uma certa irritação com Neto porque, nos últimos dias, ele insistiu na informação de que o clube não teria pago os direitos de imagens de alguns jogadores do São Paulo. A diretoria nega esta notícia: “Está tudo certo. O clube está em dia”, disse o vice-presidente de administração e finanças.

Um integrante da diretoria chegou a dizer ao Blog do Boleiro que "ele fala mal do São Paulo e ainda faz programa no nosso estádio? Não dá".

Neto abriu o programa agradecendo em tom irônico ao presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e ao pessoal da diretoria de marketing do clube. Disse que estava muito bem no Bandsports. E, no final do Baita Amigos, mandou o recado para os dirigentes: “Se vocês quiserem saber quem me contou sobre o atraso nos pagamentos, liguem pra mim”.