Koff e Felipão, relação de pai e filho

Leia o post original por Pedro Ernesto

 LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Fábio Koff é como um pai para Felipão. E este é como um filho para Koff. Foi o presidente que saiu do Grêmio com a frase “enquanto eu estiver aqui, o Felipão não sai”. Eram momentos de afirmação do então jovem treinador. A torcida queria sua cabeça, o que foi negado pelo presidente e suas convicções. Dali em diante, foram momentos memoráveis do clube, com grandes conquistas. Felipão só não foi maior do que Valdir Espinosa porque este foi campeão do mundo. Felipão não conseguiu. Mas deixou saudades.

Neste momento, é o Grêmio que precisa se afirmar. O mercado oferece poucas soluções. Era a vez de Luiz Felipe Scolari. Koff conseguiu convencê-lo de que era importante voltar ao time que lhe deve gratidão. Os torcedores, na grande maioria, estão felizes. A Arena vai lotar na manhã detsa quarta-feira. O aeroporto também. Felipão tem uma longa história de sucessos no Grêmio. Menos de 30 dias depois do maior vexame da história do futebol mundial, ele volta. Volta pelo seu brilhante passado no próprio Grêmio. Pena que não estreia no sábado.

Copa do Brasil
Dificilmente, Felipão conseguirá reverter a situação no Campeonato Brasileiro e conseguir o título. O Cruzeiro já livra nove pontos. Não é definitivo, mas complicado. Resta a Copa do Brasil, talvez uma das maiores especialidades do treinador gremista. Há 13 anos o Grêmio não festeja um grande título. É nisto que imagino estarem focando os torcedores. Será que estará de volta aquele Felipão que fazia o time jogar, que era bravo na casamata? Na Copa do Mundo, não foi que se viu. Só que o ambiente que espera pelo treinador é tão positivo que pode ser um grande aliado para seu trabalho.

Copa do Brasil II
O Inter joga nesta quarta-feira contra o Ceará. Não dá para levar livre o adversário, já que o time é líder da Série B do Brasileirão. Não é pouco e, em casa, é preciso ganhar. Se der, fazer escore para decidir na casa do Ceará. Abel promove o retorno de Gilberto na lateral direita, na ausência de Welington Silva. No meio, sem poder contar com Welington, Abelão aposta no jovem Cláudio Wink. Acho que são boas escolhas. Todo o cuidado é pouco em jogos da Copa do Brasil. O sistema mata-mata é muito traiçoeiro. Tem de encarar como uma decisão.

Demais
 Impressionante a euforia dos gremistas com o retorno de Luiz felipe Scolari. Menos de um mês depois do fracasso na Copa do Mundo, ele está de volta ao clube do seu coração. E vai receber o carinho especial dos torcedores. Felipão receberá um ambiente todo positivo para tentar levar o Grêmio a um título importante ainda nesse ano. Imagino que esta quarta-feira terá uma manhã diferente. Aeroporto lotado, milhares de pessoas na sua apresentação na Arena. Fábio Koff deu o grande lance. Agora, é torcer para dar certo.

De menos
 O Inter foi denunciado pelo procurador do STJD pela agressão ao lateral André Santos por torcedores do Flamengo depois que o time carioca levou uma goleada no Beira Rio. Acho que o procurador agiu bem, denunciando os dois times. Mas tenho convicção de que o Inter não sofrerá a punição, porque o jogador não saiu junto com seus companheiros e a segurança do estádio não estava posicionada para fazer a proteção. De qualquer forma, é um incômodo para a direção colorada.