O mistério de quem sai para a entrada de Aránguiz

Leia o post original por Pedro Ernesto

Matheus Beck/Agência RBS

Matheus Beck/Agência RBS

Abel Braga já definiu a volta deste jogador. Não poderia ser diferente. Ele foi bem cuidado na sua recuperação para estar no Gre-Nal. Quem sai? Esta é uma questão que acho será levada até minutos antes do clássico.

Pode sair Welington e pode sair Alan Patrick. Acho que joga o volante. As razões: Welington tem tido atuações de boa qualidade. Com ele, o time não fica só na mão de Wilians na marcação. Seriam dois volantes e muita proteção aos zagueiros.

Se Alan Patrick for mantido, a equipe perde em poder defensivo, mas segue com a grande capacidade desse jogador. Esta é uma situação que Abel deverá treinar durante a semana, mas vai para a surpresa. Dificilmente, Felipão saberá antes do jogo como o Inter vai entrar no Beira-Rio.

Três volantes

Estou entre aqueles que entendem que o Grêmio começa o Gre-Nal com três volantes. Luiz Felipe Scolari deve estar lembrando do seu desastre contra a Alemanha, quando escalou um time faceiro e acabou tendo contra si o maior vexame da história do futebol mundial. Neste momento, o Inter é um time mais bem formado.

Para o Grêmio, o importante é não perder. Seria trágico em termos de tabela e também dificultaria o ambiente com três derrotas consecutivas. Tudo que for feito em contrário pelo treinador, para mim, será surpreendente.

A crise no Flamengo

O tamanho da irresponsabilidade da maioria dos dirigentes brasileiros está no Flamengo. Este é o time de maior torcida do Brasil segundo todas as pesquisas. Os dirigentes não conseguem fazer dinheiro com esta grandeza, o que me passa a ideia de absoluta incompetência.

Gastam muito mais do que o clube suporta, mesmo que fature cerca de 200 milhões por ano. O resultado é que chegou a hora de pagar contas e não existe dinheiro para fazer um time, pelo menos, razoável. Neste momento, está na lanterna e se apresenta como grande candidato ao rebaixamento. Luxemburgo vai tentar o milagre de salvar o time. Não acredito que consiga.

De menos

A evolução da selvageria. Lembram dos tempos em que os torcedores que se enfrentavam eram os gremistas contra os colorados? Isto já ficou para trás. A selvageria foi adiante. Nestes dias pós-Copa, a moda tem sido o enfrentamento entre facções que se dizem torcedores do mesmo time.

Aconteceu com colorados, que promoveram a quebradeira de uma loja de um posto de gasolina. No domingo, os torcedores do Sport Recife atravessaram o Brasil para brigar no Estádio Orlando Scarpeli, em Florianópolis. Difícil entender o que estes caras têm na cabeça. Certamente, o cérebro deles está repleto da substância que eu e você pensamos.

Demais

O atacante Pato foi longamente ouvido na imprensa paulista e disse que todas as criticas que foram feitas sobre seu trabalho são procedentes. Reconhece que durante muito tempo não conseguiu jogar, mas quer voltar a ser o atleta que sempre foi.

Este reconhecimento é o caminho da recuperação. Não sei se Pato conseguirá jogar futebol de qualidade mais uma vez, mas ele está mostrando o caminho da volta por cima. Uma boa noticia para quem gosta de ver grandes jogadores em campo.