Robinho sempre rende no Peixe, mas a aposta é alta!

Leia o post original por Neto

Atacante liderou os meninos do Peixe no título da Copa do Brasil de 2010

Atacante liderou os meninos do Peixe no título da Copa do Brasil de 2010

Robinho está prestes a assinar contrato com o Santos. Já até postou foto na rede social dando essa indicação. Será a terceira vez que ele vestirá a camisa do alvinegro praiano. Nas duas anteriores sempre colecionou marcas importantes. Revelado pelo Peixe em 2001, já no ano seguinte ele juntamente com outros bons jogadores se sagrava campeão do Brasileirão. Em 2004 conquistaria o bicampeonato sendo protagonista. Depois foi negociado com o Real Madrid por uma grana recorde na época.

Em 2010 ele retornou por empréstimo e juntamente com Neymar e Ganso conduziu o Santos ao título Paulista e da até então inédita Copa do Brasil. O camisa 7 deu show com a molecada antes de mais uma vez voltar ao futebol internacional. Ao todo ele soma 199 jogos e 93 gols pelo time que o projetou pelo planeta. Na teoria esse retorno tem tudo pra dar certo. Na teoria, porque na prática a direção vai ter que abrir os cofres pesado para poder mantê-lo. Especula-se que mesmo com o Milan (dono de seus direitos federativos) pagando parte de seus salários, o Santos teria que desembolsar cerca de R$ 600 mil mensais. É muita coisa ou não é?

Considero uma aposta arriscada para um jogador que não vem mais rendendo a mesma bola de antes. Até o Flamengo, que historicamente sempre faz loucura, não topou repatriá-lo. Se bem que o Robinho explodiu tão jovem que ele ainda tem apenas 30 anos. É brincadeira? Ou seja, pode ter muita lenha pra queimar. O tempo dirá se o presidente Odílio Rodrigues acertou ou não no negócio.